quinta-feira, 30 de junho de 2011

Lelivéldia comemora Festa de São Norberto

Lelivéldia comemora Festa de São Norberto
O povo do Lelivéldia, distrito de Berilo, no Médio Jequitinhonha, no nordeste de Minas, ograniza sua tradicional Festa de São Norberto, padroeiro do povoado.

Será no próximo final de semana, dias 08, 09 e 10 de julho, sexta, sábado e domingo.

A programação religiosa prevê novena, missa, procissão e levantamento do mastro.

02 a 07 de julho - 19 h - Novena com a comunidade

08 de julho - sexta-feira -19 H - Novena e grupo de oração de Araçuaí

09 de julho - sábado 19 H - Chegada da Bandeira com os festeiros Dr. Anízio e Geraldina. Logo após, Missa Solene com o Padre José Nuno.Em seguida, levantamento do Mastro e show pirotécnico.

21 H - Show com a Banda Ministério Reviver, da Renovação Carismática Católica

10 de julho - domingo

14 h - Culto em louvor a São Norberto e procissão com a imagem pelas ruas de Lelivéldia.

Na programação profana, na Praça São Norberto, ao ar livre, em palco armado nas vias púlicas, próximo ao Bar do Salgino, haverá shows com muita música e dança.

Téo Azevedo, violeiro, repentista e compositor popular do norte de Minas

A apresentação musical será do Téo Azevedo, cantor e compositor matuto de Bocaiúva, roedor de pequi, repentista e violeiro dos bons.

08 de julho - sexta-feira - shows de Téo Azevedo e Trio do Arrocha

09 de julho sábado - Volber Maciel, de Turmalina, e Alessandro TÔ Bacana

10 de julho - domingo - Jhony e Cia e Nequinho e Zequinha
O patrocínio da Festa é da Prefeitura de Berilo, com apoio do Conselho Municipal de Turismo e Conselho Municipal do Patrimônio Cultural.

Onde fica Lilivéldia
Lelivéldia fica a 25 km de Berilo, 30 km de Virgem da Lapa, a 70 de Araçuaí. Foi ali perto, a 5 km, onde foi construída a maior Barragem de produção de energia elétrica do país: a Barragem de Irapé.


Seu distrito se forma na Chapada do Lamarão, sendo banhado pelo rio Jequitinhonha, tendo Grão Mogol, Josenópolis, José Gonçalves de Minas e Virgem da Lapa como limítrofes.

Católicos de Diamantina revivem Festa do Divino


Católicos de Diamantina revivem Festa do Divino

A tradição da Festa do Divino se mantém viva ainda hoje em vários Estados brasileiros. Em Diamantina, no Alto Jequitinhonha, Minas Gerais, os festejos incluem cortejo com participantes em trajes de época do império, alvorada, missa e espetáculo de fogos de artifício. Veja a programação completa:

Dia 30 de junho (quinta-feira): Procissão dos Milagres
Saída: Praça da Catedral Metropolitana, Praça do Mercado em direção à Igreja do Amparo.
Horário: 18 horas

Dia 01 e 02 de julho (sexta e sábado): Barraquinha com som mecânico.
Praça do Mercado Velho
Horário: 19 às 23 horas Dia 02 de julho (sábado): Procissão da Bandeira
Saída: Praça Dr. Prado, Rua do Amparo, Rua do Rosário e retorna à Praça Dr. Prado onde será erguido o mastro.
Horário: 20 horas

Logo após do mastro as 20:00 horas haverá a queima de fogos na Praça Dr. Prado e no Cruzeiro da Serra.
A Vesperata deste sábado será as 21:30 devido a queima de fogos.

Dia 03 de julho: Procissão do Império
Saída: Colégio Diamantinense, Rua da Glória, Praça JK, Rua Direita, Rua Vieira Couto, Rua do Contrato, Rua do Bomfim, Rua do Amparo até a Capela.

A Prefeitura de Diamantina comunica que haverá fechamento do trânsito nos trechos citados acima com proibição de estacionamento nestas proximidades.
O fechamento e retirada de veículos deverá iniciar às 06 horas da manhã e a procissão terá início às 10 horas.

Origem da Festa do Divino
A Festa do Divino Espírito Santo é um culto ao Espírito Santo, em suas diversas manifestações, sendo uma das mais antigas e difundidas práticas do catolicismo popular. A festa é comemorada pelos católicos 50 dias após a Páscoa, comemorando o dia de Pentecostes, quando o Espírito Santo desceu do céu sobre os apóstolos de Cristo sob a forma de línguas como de fogo, segundo conta o Novo Testamento.



A origem remonta às celebrações religiosas realizadas em Portugal a partir do século XIV, nas quais a terceira pessoa da Santíssima Trindade era festejada com banquetes coletivos designados de Bodo aos Pobres com distribuição de comida e esmolas.

Os festejos do Divino, realizados na época das primeiras colheitas no calendário agrícola do hemisfério norte, são marcados pela esperança na chegada de uma nova era para o mundo dos homens, com igualdade, prosperidade e abundância para todos.

Com informações do
colegioaugustoruschi.blogspot.com , Prefetiura de Dimantina e Passadiço Virtual

Um fio de esperança: Movimento SOS cobra ação da Prefeitura de Diamantina

Um fio de esperança: Movimento SOS cobra ação da Prefeitura de Diamantina De forma pacífica e organizada, contando com o apoio e a participação de representantes de associações de bairros e distritos de Diamantina, o movimento popular SOS Diamantina promoveu um ato político de denúncia diante da Prefeitura de Diamantina e da Câmara Municipal.

Foram relatados vários problemas de recursos não aplicados, obras inacabadas e descasos com a população, principalmente a mais carente da cidade.


Finalmente, surgem ações concretas de cidadania e participação popular .



Publicado no Passadiço Virtual, de Diamantina

Taquaral: Escola realiza projeto "semeando a aprendizagem"

Taquaral: Escola realiza projeto "semeando a aprendizagem"
No dia 03 de junho, a Escola Estadual do Povoado de Taquaral, no município de Itinga, no Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas, realizou o projeto ambiental semeando a aprendizagem, próximo a praça da comunidade com a participação dos alunos e da comunidade escolar.

Os moradores e a comunidade escolar do distrito de Taquaral participaram ativamente da culminância do projeto de meio ambiente semeando a aprendizagem desenvolvido pela Escola Estadual do povoado que contou com palestras, encenação teatral e premiação.

Este ano o foco principal foi diminuir drasticamente o uso das sacolas plásticas na comunidade incentivando os moradores a adotarem a sacola de tecido desenvolvida pelo educandário com a participação de entidades parceiras, outro objetivo especifico foi diminuir a incidência de doenças causadas pela falta de higiene corporal.

Para prestigiar a culminância do projeto foram convidados representantes de entidades e do poder público local, empresas parceiras e autoridades civis e religiosas.


As atividades tiveram início com a palestra sobre sustentabilidade proferida pelo técnico agrícola José Fernando Vieira de Faria do Instituto Federal Campus Araçuaí, em seguida foi apresentada uma peça teatral e aluna Fernanda Alves, vencedora do concurso de criação do slogan e da logomarca do projeto, seu trabalho ficou registrado nas sacolas de tecido distribuídas para a comunidade.

No local também foi realizada uma exposição com materiais confeccionados pelos alunos através da reciclagem. A culminância do projeto ocorreu durante a semana do meio ambiente. A escola teve como objetivo despertar nos alunos e na comunidade a consciência para sua preservação. Os pais aprovaram a iniciativa e sabem da sua importância para o distrito e toda humanidade.

Fonte: TV ARAÇUAÍ , repórter André Sá

Cinco jovens morrem em acidente em Águas Vermelhas

Cinco jovens morrem vindo de festa junina

Acidente aconteceu entre Águas Vermelhas e Divisa Alegre



Cinco pessoas morreram na madrugada de 26.06, na LMG 618 que liga o município de Divisa Alegre à Águas Vermelhas, no Baixo Jequitinhonha, nordeste de Minas.

Segundo informações da Polícia Militar, o condutor do veiculo VW FOCUS, estava vindo de uma festa junina no município de Divisa Alegre, seguindo para Águas Vermelhas. Ele perdeu o controle do veiculo e capotou caindo em um abismo as margens da rodovia.



Os 5 ocupantes foram arremessados para fora do veiculo e morreram na hora. Ainda segundo a PM, nenhum deles usava cinto de segurança.


Fonte: Mundo Notícias

Chapada do Norte realiza VIII Encontro de Cavaleiros


Chapada do Norte realiza VIII Encontro de Cavaleiros


O VIII Encontro de Cavaleiros de Chapada do Norte acontece entre os dias 08 e 10 de julho de 2011, com a seguinte programação:

08/07 – SEXTA-FEIRA:
22:00 – SHOW COM O DJ JUNINHO

09/07 – SÁBADO:
21:00 – ABERTURA OFICIAL DO EVENTO
22:00 – SHOW COM OS LEVADOS
LOGO APÓS – SHOW COM BANDA DE FORRÓ
10/07 – DOMINGO:
09:00 – INSCRIÇÕES DOS CAVALEIROS PARA AS TRADICIONAIS COMPETIÇÕES
10:00 – APRESENTAÇÃO E PASSEIO DOS CAVALEIROS PELAS RUAS DA CIDADE
13:00 – INÍCIO DAS COMPETIÇÕES
17:00 – BINGO DE 01 MOTO IROS 0KM
19:00 – SHOW COM JÂNIO E GARCIA

quarta-feira, 29 de junho de 2011

UFMG retorna resultados de pesquisa para o povo do Vale


UFMG devolve resultado de pesquisa sobre água de chuva
Seminário em Berilo terá pesquisadores, gestores e pesquisados
A UFMG realiza o Primeiro Seminário de retorno e discussão dos resultados do Projeto de Pesquisa P1MC: uma avaliação epidemiológica, tecnológica e política-institucional,
que ocorrerá nos dias 7 e 8 de julho no Auditório da ARAI, na cidade de Berilo, no Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas.

A pesquisa foi realizada, durante 2 anos, nas comunidades rurais de Berilo e Chapada do Norte, com famílias que se beneficiam das cisternas para captação de água de chuva.

As atividades a serem realizadas são as seguintes:

Dia 07 de julho – Quinta-feira
- Exposição dos resultados do Projeto de Pesquisa Programa Um Milhão de Cisternas Rurais – P1MC: uma avaliação de suas dimensões político-institucional e da efetividade.
Uende Gomes - UFMG

- Exposição dos resultados do Projeto de Pesquisa Programa Um Milhão de Cisternas Rurais – P1MC: uma avaliação do impacto na saúde.
Jacqueline Fonseca – UFMG

- Formação de grupos que irão discutir e elaborar frases sobre as seguintes dimensões do P1MC: - Impactos na saúde
- Organização política e institucional e efetividade

- Em um quadro será realizada uma Análise DAFO do P1MC. Esta análise será realizada a partir das frases construídas que serão diferenciadas, a partir de um processo de discussão, em três dimensões (impactos na saúde, organização política- institucional e efetividade) e quatro categorias (debilidades, ameaças, fortalezas e oportunidades).

Dia 8 de julho – Sexta-feira
- Exposição das experiências de abastecimento de água por meio da captação de água de chuva no Nepal e na Nicarágua
Laia Domenech e Germana Fajado

- Os resultados da análise DAFO serão reapresentados e reavaliados de acordo com o grau de importância que os participantes atribuem aos aspectos abordados pelas frases.

- Análise e discussão das debilidades e ameaças.
Análise e discussão das fortalezas e oportunidades.
- Sistematização dos resultados e discussão de aspectos centrais.
Logo após cada exposição haverá uma discussão dos resultados sob coordenação da ASA – Articulação do Semiárido.



Comentário:

A equipe de pesquisa da UFMG, coordenada pelo professor João Luiz Pena, mostra com esta atitude que o povo do Vale do Jequitinhonha merece respeito. A verdadeira pesquisa deve ter seus reusltados validados ou não pelos próprios pesquisados. É o saber científico se encontrando com o saber popular. O olhar antropológico e humanista dos pesquisadores é que constrói o saber que serve à população.

Com certeza, as conclusões do Seminário serão de suma importância para a implantação de políticas públicas no serviços de abastecimento de água, e para os movimentos populares que lutam pela água no semiário como os participantes da ASA.

Livro sobre guerra colonização do Jequitinhonha será relançado




Livro sobre guerra da colonização do Jequitinhonha será relançado

Livro de Cézar Moreno discute a guerra contra os índios



O livro de Cézar Moreno, A COLONIZAÇÃO E O POVOAMENTO DO JEQUITINHONHA NO SEC XIX: A GUERRA CONTRA AOS INDIOS, será relançado em comemoração ao bicentenário da cidade de Jequitinhonha, no Baixo Jequitinhonha, nordeste de Minas.

Será uma edição comemorativa do aniversário da cidade. Inicialmente, seu relançamento será em Belo Horizonte. Espera-se repetir a dose, durante o Festivale, em Jequitinhonha, de 24 a 30 de julho.

DIA 30/06 A PARTIR DAS 19 HS

LOCAL: BAR COPO SAGRADO

RUA SANTO AMARO, 459, SAGRADA FAMILIA, em Belo Horizonte


LANÇAMENTO DA EDIÇÃO COMEMORATIVA DO LIVRO DE CÉZAR MORENO - A COLONIZAÇÃO E O POVOAMENTO DO JEQUITINHONHA NO SEC XIX: A GUERRA CONTRA AOS INDIOS, FACE AO BICENTENÁRIO DO MUNICIPIO DE JEQUITINHONHA E REGIÃO, E A RESISTÊNCIA CULTURAL DOS POVOS INDIGENAS.

Participação especial:
Walter Dias, Milena Torres, Luiz Felipe, Nivaldo Caetano, Admilson Campos e outros.


ESTA EDIÇÃO COMEMORATIVA TEVE O APOIO CULTURAL DO

VALEMAIS - INSTITUTO SOCIOCULTURAL DO JEQUITINHONHA.

Diamantina: Escola, só 16 quilômetros de estrada

Diamantina e Itamarandiba: Escola, só 16 quilômetros de estrada
Desempenho das crianças fica comprometido com o grande esforço e a dificuldade de se chegar em sala
Fonte: Leida Reis, do Hoje em Dia, 27.06.2011 Eles falam pouco. Mal entram no ônibus escolar, acomodam-se nos bancos do fundo com suas mochilas. A intenção é descansar das quase duas horas de caminhada iniciada no Covão, a comunidade quilombola de Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, onde moram, até o ponto da estrada em que entram no veículo. Dali, são mais duas horas em que o cochilo é desafiado pelos solavancos provocados pela estrada de terra sinuosa que leva à cidade. Ao todo, gastam oito horas, entre o ir e o vir, para estudar. Vencem 16 quilômetros a pé e 50 num ônibus sem cinto de segurança.

A maioria dos cerca de 15 alunos vai para a Escola Municipal João Antunes de Oliveira. Ali, os professores atestam o desempenho nada satisfatório de crianças e adolescentes que enfrentam o martírio da caminhada até o ponto de ônibus. Sono e desconcentração são os inimigos do aprendizado.

"Tenho que acordar um pouco antes de 2h30 para pegar o escolar aqui na estrada, por volta das 4h30. Vou dormir às 6 horas da tarde para conseguir acordar no outro dia. Gosto de estudar, mas não quero ter que andar tanto. Não é justo", diz o franzino Eliseu dos Santos Ferreira, de 12 anos, que está no 8º ano.

No início deste ano, a ponte sobre um dos rios que passam pelo Covão caiu. Era período de provas. Por duas semanas, os estudantes faltaram às aulas. Ausências assim acabam resultando em reprovação, motivo pelo qual Júnior, Wagner e Eliseu - com 16, 14 e 12 anos, respectivamente - são colegas de sala no 8º ano, apesar das idades diferentes.

Como o ônibus não tem cinto de segurança nos assentos, os estudantes contam que já houve quedas, e que elas ocorrem geralmente quando alguém está cochilando.

No Brasil, 4,7 milhões de alunos da educação básica dependem do transporte escolar gratuito. Sem isso, não têm como chegar à escola. Mas não há levantamento de quantos enfrentam caminhadas por trilhas perigosas, travessias de rios e córregos, para pegar o caminhão, a lancha, o ônibus, a van ou a Kombi que os levará ao ponto onde para o veículo. Heric Gabriel de Souza, de 5 anos: percurso até a escola é feito de bicicleta

Em Minas Gerais, 290 mil estudantes da rede estadual e 270 mil da rede municipal usam o transporte bancado pelas prefeituras, com ajuda financeira do Estado. Pela primeira vez, a Secretaria de Estado da Educação vai realizar um diagnóstico do serviço prestado aos estudantes em Minas. Um grupo de trabalho já começou a estudar a situação.

Estudantes em Itamarandiba
Os filhos de José Raimundo da Silva, de 48 anos, saem de casa às 5 horas e caminham durante uma hora para chegar ao local onde pegam o ônibus que os deixa no povoado de Santa Joana, em Itamarandiba (Jequitinhonha), onde estudam. Estão na escola integral, e só retornam no fim da tarde. Núbia, de 8 anos, Wellington, de 9, Wallisom, de 10, Daniel, de 12, e Dara, de 15 anos, enfrentam sol e chuva para estudar. "Eles se sacrificam caminhando tanto, mas não vão desistir. Eu sempre falo a eles que é preciso estudar para ter um futuro melhor que o meu e de meus pais", diz o pequeno agricultor, que prefere a vida no campo. "Não quero ir para a cidade porque acho difícil criar filho lá, no mundo das drogas".
Vicélia Ferreira das Dores e Alex Caíque das Dores têm de caminhar meia hora até o ponto do ônibus escolar (Foto: Weslwy Rodrigues)

José Raimundo mora dentro do Parque Estadual da Serra Negra, onde também vive a família de Vicélia Ferraz das Dores, de 15 anos, e Alex Caíque das Dores, de 7 anos. Eles caminham durante meia hora para pegar o ônibus escolar às 6h30. O veículo gasta mais meia hora para chegar a Santa Joana. "Chegamos cansados na escola, mas isso não atrapalha o rendimento", diz Vicélia que, apesar da idade, ainda cursa o 7º ano, enquanto o irmão, que sonha ser vendedor de carro, está no 1º. Quando chove, eles faltam às aulas porque o ônibus não enfrenta a estrada com trechos bastante íngremes. A prefeitura não pode mexer na estrada por ela estar dentro de uma unidade de conservação ambiental.

Aos 5 anos, o pequeno Heric Gabriel de Souza já escreve o próprio nome. Estuda numa escola municipal do Retiro, bem perto de casa, e vai, sozinho, na pequena bicicleta. A avó, Maria do Socorro de Souza, está otimista com o aprendizado do neto. A aula é das 7 às 11 horas. "Ele acorda sempre antes da hora e, mesmo se estiver gripado, não quer faltar. Conhece as letras, escreve o primeiro nome da professora, Ornélia, esquecendo apenas a letra L", diz.

Muitos aproveitam o ônibus para cochilar

terça-feira, 28 de junho de 2011

Veredinha implanta Escola Família Agrícola

Veredinha implanta Escola Família Agrícola com Ensino Médio e Técnico em Agropecuária

O município de Veredinha, no Alto Jequitinhonha, nordeste de Minas, implantou um grande projeto educacional: em março de 2011 foi iniciado o funcionamento da Escola Família Agrícola de Veredinha (EFAV).


A EFAV, que tem abrangência territorial regional, tem prioridade no atendimento a jovens do Alto Vale do Jequitinhonha. Na escola é oferecido curso de Ensino Médio concomitante à educação profissional de nível técnico em Agropecuária, com duração de 3 anos, para jovens da zona rural ou que tenham vínculos com o campo.

O curso já é reconhecido e autorizado pela Secretaria de Estado de Educação. Atualmente, conta com duas turmas, totalizando 56 estudantes de 5 municípios da região: Veredinha, Turmalina, Botumirim, Minas Novas e Chapada do Norte.

A pedagogia adotada é da alternância. Assim, o estudante fica quinze dias na escola e 15 dias com a família. Tal pedagogia apoia-se numa educação plena, voltada para a formação integral do ser humano, a profissionalização dos jovens, além de valorizar os laços familiares.

Embora com pouco tempo de funcionamento, os/as estudantes se mostram com grande identificação com o curso e muito animados/as com a proposta. Como afirma o aluno do município de Turmalina, Phillipe Nathan Soares Viana: “A Escola Família de Veredinha me trouxe nova visão de futuro. Na escola aprendemos a ser cidadãos, a preservar o meio ambiente, além de conhecer os direitos dos trabalhadores. Na EFA aprendemos técnicas de produção sustentáveis, sem agressão ao meio ambiente”.

Provisoriamente, a Escola está funcionando no Centro de Formação e Experimentação do CAV - Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica, em Turmalina. devido as instalações da escola estarem em fase de conclusão. A previsão é que em julho já esteja funcionando nas instalações próprias, localizadas na comunidade rural de Gameleira, a 9 km da cidade de Veredinha.

A gestão da Escola Família é feita pela Associação Comunitária de Desenvolvimento Educacional, Familiar e Agropecuário de Veredinha (ACODEFAV).

A ACODEFAV\EFAV tem como principais parceiros: o Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica- CAV, Prefeitura, Câmara Municipal, Sindicatos dos Trabalhadores Rurais e EMATER de Veredinha, Território da Cidadania do Alto Jequitinhonha e Associação Mineira das Escolas Famílias Agrícola (AMEFA).



Texto e foto de Tom Lopes, da Rádio Cidade de Turmalina

Araçuaí: Escola técnica federal abre processo seletivo para 4 cursos

Araçuaí: Escola técnica federal abre processo seletivo para 4 cursos
Prazo de inscrição termina neste 30 de junho para concorrer a 240 vagas

O Instituto Federal do Norte de Minas Gerais – IFNMG, campus Araçuaí, no Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas, realiza o segundo processo seletivo para os cursos técnicos de agroecologia, administração, enfermagem e informática.

As inscrições poderão ser feitas entre os dias 09 e 30 de junho,
na sede do campus, Fazenda do Meio Pé, S/N, BR 367, km 278, perto do Aeroporto, sentido Itaobim/Araçuaí. Email: comunicacao.aracuai@ifnmg.edu.br ou através do site www.ifnmg.edu.br .
As provas de seleção serão realizadas no dia 10 de julho. Os alunos precisam já estar atentos para o processo.

Os alunos de Araçuaí e região passaram a contar com a possibilidade de estudar numa escola federal após a inauguração do IFNMG, campus Araçuaí, realizada em janeiro de 2009.

Em 2011, o campus Araçuaí realiza seu segundo processo seletivo. Serão ofertadas 240 vagas para o segundo semestre deste ano, em quatro cursos técnicos: administração, agroecologia, enfermagem e informática.
Os cursos serão oferecidos nas modalidades concomitante, para quem está cursando a 2ª ou 3ª série do ensino médio, e subseqüente, para quem já concluiu o ensino médio.
A seleção é feita através de avaliações escritas que vão selecionar os alunos para ingressar na instituição.

O Instituto Federal, campus Araçuaí, possui um corpo docente capacitado e uma infra- estrutura que permite ao aluno desenvolver todos os seus potenciais contendo salas amplas, laboratórios, biblioteca, auditoria e quadra poliesportiva. A missão do instituto é ofertar educação pública comprometida com a justiça social e com o desenvolvimento da região.

Com informações do IFNM
http://www.ifnmg.edu.br/aracuai/processo-seletivo

Araçuaí pouco se articula para ter linha aérea

Araçuaí pouco se articula para ter linha aérea
As viagens com vôos regionais para o interior do estado começam a ter preços próximos aos do transporte rodoviário. Em função disso, diversas cidades pleiteiam linhas áreas. Na região dso Vale do Jequitinhonha, as cidades com maiores possibilidades de implantação de linhas são: Almenara, no Baixo Jequitinhonha e Capelinha e Diamantina, no Alto Jequitinhonha.

Voar ficou mais fácil e barato. A concorrência mais forte, a ampliação da malha aérea regional e o aumento do número de passageiros que voam pelo interior do estado levam as companhias aéreas a lançar promoções de passagens com preços menores ou próximos dos praticados pelas empresas de ônibus.


Quem for voar de Belo Horizonte para Montes Claros, por exemplo, paga hoje preços a partir de R$ 79,90.

Araçuaí é o único município do Médio Jequitinhonha que possui aeroporto local . Sua pista tem uma extensão 1200 metros de comprimento x 30 de largura. Ela é asfaltada e sinalizada, mas apresenta desafios para ter uma linha área como iluminação noturna e a necessidade de adaptações técnicas para ser licenciado pela Infraero.


O aeroporto de Araçuaí já recebeu governador do estado, ministros e até mesmo o Presidente da República. A implantação de uma linha aérea atenderia todo o Médio Jequitinhonha.

Uma das razões de não haver número maior de aeroportos aptos a operar no estado é que a responsabilidade pela infra-estrutura é dos municípios. Sem parceiros, as prefeituras nem sempre conseguem disponibilizar recursos, o que segura o avanço da aviação.



No Vale, Araçuaí está na lanterna para conseguir a implantação de linhas áreas. Os municípios de Capelinha e Almenara estão na frente devido a articulação das lideranças microrregionais.

Fonte: TV ARAÇUAÍ, repórter André Sá

Médicos têm incentivo para atuar em regiões pobres

Médico terá abatimento de dívida do FIES se trabalhar em região pobre
Vale do Jequitinhonha pode se beneficiar de medida do Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde publicou uma portaria no Diário Oficial que regulamenta o abatimento da dívida do Fies -Fundo de Financiamento Estudantil a médicos que trabalharem em regiões pobres e carentes de profissionais.
A redução será de 1% na dívida a cada mês trabalhado após o primeiro ano. Segundo o MEC - Ministério da Educação, o saldo devedor total poderá ser quitado em cem meses depois deste primeiro ano.
A portaria saiu no dia 14.06. O governo federal ainda vai definir quais regiões serão consideradas prioritárias. A listagem deve sair até o dia 15 de julho. Além disso, o médico precisará ter feito residência em áreas também consideradas de prioridade para o SUS -Sistema Único de Saúde, que também serão definidas no mesmo prazo.
A reportagem acima foi postada pelo atento Bernardo Vieira, no Blog do Jequi


Comentário:

Acredito que os formandos em Medicina, Engenharia, Agronomia e outras profissões, das universidades públicas, estaduais ou federais, deveriam ser obrigados a trabalharem por 3 a 5 anos em regiões economicamente vulneráveis como os Vales do Jequitinhonha, Mucuri e norte de Minas.

Seria uma forma de pagamento dos benefícios usufruídos pela gratuidade dos estudos pagos pelos contribuintes.

Santo Antônio do Jacinto terá etapa regional da Copa InterTV de Futsal

Santo Antônio do Jacinto terá etapa regional da Copa InterTV de Futsal A cidade de Santo Antônio do Jacinto, no Baixo Jequitinhonha, já na divisa com o sul da Bahia, realizará uma etapa regional da Copa Intertv de Futsal.

A Comissão Organizadora fez mudanças nas datas de reunião técnica e abertura dos jogos devido a uma falha da InterTV não haver divulgado esta etapa. A reunião técnica com o sorteio das chaves será no dia 06.07, quarta-feira, na Câmara Municipal.
Os organizadores solicitam que os participantes leiam o Regulamento com atenção. É esperada a participação de municípios como Almenara, Divisópolis, Felisburgo, Jequitinhonha, Jacinto, Joaíma, Jordânia, Mata Verde, Pedra Azul, Rubim, Salto da Divisa, entre outros.





Em 2009, a equipe de futsal feminina de Mata Verde se destacou na região, classificando-se para a terceira etapa do JIMI (Jogos do Interior de Minas Gerais), na cidade de Jequitinhonha. Disputando com cidades do porte de Ipatinga, Itaobim, Teófilo Otoni, entre outras, conquistou a classificação em terceiro lugar. As jogadoras da cidade espera repetir a proeza nos jogos da Copa InterTV. A Abertura dos jogos será no dia 09 de julho, às 18:30 horas, no Ginásio Poliesportivo da Cidade.

Quaisquer dúvidas, entrar em contato com Lobão pelo fone (33) 8822-9660.

Serro: 12° Encontro Cultural de Milho Verde será em julho


Serro: Milho Verde se organiza para o 12º Encontro Cultural
Evento será realizado entre 17 e 24 de julho


O Encontro Cultural de Milho Verde ocorre todos os anos desde 2000, sempre no mês de julho, em uma semana de ampla confraternização.
Neste ano de 2011, será entre os dias 17 e 24 de julho, na aprazível comunidade de Milho Verde, no município do Serro, no Alto Jequitinhonha.
Milho Verde fica entre as montanhas serranas onde brotam centenas de nascentes que dão origem ao rio Jequitinhonha.
Diversas atividades educativas e artísticas são propostas à população local, às comunidades vizinhas e aos visitantes, de modo inteiramente gratuito.
Sua finalidade é proporcionar uma alteração no cotidiano da população milhoverdense, desprivilegiada do acesso ao contexto artístico e cultural que o Encontro traz, possibilitando também a apresentação da riqueza humana e ambiental do lugar aos visitantes.
Com essa iniciativa, espera-se contribuir para o desenvolvimento sustentável e equilibrado de seus aspectos sociais, culturais e ecológicos.

Divulgada a relação das propostas aprovadas de oficinas e eventos que farão parte da programação do 12º Encontro Cultural

Em breve divulgaremos a programação final, especificando dias e horários das atividades!

Clique e acesse o site do Instituto Cultural Milho Verde, responsável pelo evento:
http://www.institutomilhoverde.org.br/


Conheça Milho Verde
Milho Verde é um distrito com aproximadamente 1.000 habitantes, metade vivendo na área urbana. Faz parte do município de Serro, e situa-se nas vizinhanças de Diamantina - Patrimônio Histórico da Humanidade -, na região do Alto Vale do Jequitinhonha.
Localizada também próxima ao Parque Estadual do Pico do Itambé, Milho Verde é banhada pelo Jequitinhonha. Na região de Milho Verde existem cerca de 140 nascentes que precisam ser preservadas, para que se possa assim garantir volume e qualidade de água ao longo do rio Jequitinhonha.

Foi povoada na primeira metade do séc. XVIII, e teve importante papel na história da exploração de minerais preciosos no Distrito Diamantino. A extração mineral era a base da economia até poucos anos atrás (estando reduzida hoje a pequenos focos de exploração). No entanto, o garimpo não trouxe vantagens ao distrito: além da destruição ambiental, as condições de trabalho eram precárias e a distribuição de riqueza realizou-se predominante para fora e para um reduzido número de pessoas da região.

A cobertura vegetal nativa é de cerrado e principalmente de campos rupestres, com o solo rochoso ocupando cerca de 70% de toda a área. Ocorre uma grande diversidade na vegetação, com espécies adaptadas à sobrevivência em ambientes pedregosos. A região apresenta-se como um grande laboratório natural para pesquisadores nas áreas de Botânica, Geologia, Engenharia Ambiental, entre outras. A natureza é realmente exuberante em Milho Verde. As montanhas de pedra, a rica vegetação, as inúmeras cachoeiras e a possibilidade de uma vida simples e tranqüila atraem a cada dia mais turistas e novos moradores.

Vale ressaltar ainda a riqueza da cultura e da história setecentista, preservada por uma população constituída, em grande parte, por remanescentes de quilombos. Milho Verde mantém tradições como as Festas do Rosário, de São Sebastião, de São João, de Nossa Senhora dos Prazeres (a padroeira da cidade) e Folia de Reis. Nas Festas do Rosário, apresentam-se três grupos locais de guarda de congado - os Catopés, Marujos e Caboclos - que encantam com sua dança, canto e indumentária própria.

Por tudo isso, o turismo tem representado a atividade econômica mais rentável para a população nos dias atuais. No entanto, não se deve ignorar a complexidade da questão social em Milho Verde, situada em uma das regiões mais pobres do Brasil, com Índice de Desenvolvimento Humano bem abaixo da média nacional. As políticas públicas ainda se mostram muito deficitárias. A oferta de empregos é extremamente limitada, e a renda média da população é de cerca de meio salário mínimo por pessoa.




Com informações do Instituto Cultural Milho Verde

Atleta de Almenara representa Minas em Campeonato Brasileiro

Atleta de Almenara representa Minas em Campeonato Brasileiro A atleta Vanderléia Cruz, da academia Kido Kan, em Almenara, no Baixo Jequitinhonha, nordeste de Minas, foi convocada no inicio deste mês a integrar-se à Seleção Mineira de Karatê. A atleta participará do Campeonato Brasileiro de Caratê representando o estado de Minas Gerais. O evento acontecerá em setembro no estado da Amazônia.

Natural de Almenara, Vanderleia é faixa preta em Karatê e pratica o esporte desde dos 15 anos. Suas participações em treinamentos e eventos realizados pela Federação Mineira de Karatê (FMK) ajudaram-na a ser convocada a incorporar-se à seleção mineira. A carateca coleciona diversos títulos regionais, mineiro e já foi campeã Baiana em campeonato interestadual. Segundo Vanderléia, com esta convocação, está em seus planos ser campeã Brasileira de Karatê.

Agradecimentos de Vanderléia
“Agradeço a Deus pelas inúmeras bênçãos na minha vida, aos amigos e familiares que torcem por mim, ao Prof. Arnaldo pela dedicação e empenho em me treinar, ao secretário de esportes Jadson Garcês e a Prefeita Fabiany Ferraz pela força que tanto se faz necessária no incentivo ao esporte Almenarense. E não esquecendo do Mundo Notícias que ajuda a divulgar tais conquistas do povo almenarense.”

Fonte: mundonoticias.com.br

Homem é preso em Itaobim ao tentar vender carro clonado a policial

Homem é preso em Itaobim ao tentar vender carro clonado a policial
Segundo PM, suspeito disse que não sabia da irregularidade. Ele falou ainda que comprou o veículo em uma feira no interior de SP.




Carro que o suspeito tentava vender ao policial (Foto: Divulgação/26ª Companhia PM)

Um homem, de 27 anos, foi preso nesta segunda-feira, 27.06, suspeito de tentar vender um carro com placas clonadas a um policial militar na cidade de Itaobim, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. De acordo com a Polícia Militar, a irregularidade foi descoberta no momento em que o policial foi verificar os dados do veículo.


O suspeito disse aos policiais que não sabia que o carro era clonado e que teria comprado o veículo em uma feira na cidade de Ribeirão Preto (SP).



Segundo a PM, após rastrear a origem do carro, foi constatado que ele havia sido roubado em Diadema, também em SP, em março deste ano.

A polícia investiga a procedência de outros três veículos que o suspeito teria vendido. Um deles, o homem confirmou a venda, mas não disse aos militares se o carro também estaria em situação irregular.


Preso em flagrante, o suspeito foi encaminhado á delegacia de Itaobim. Os policiais disseram que a proprietária do veículo foi acionada e informada sobre a localização do carro.


Fonte: Portal G1

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Jenipapo de Minas: Realizado o I Campeonato Mineiro Regional do Jequitinhonha

Jenipapo de Minas: Realizado o I Campeonato Mineiro Regional de Karatê do Jequitinhonha
No dia 29 de maio de 2011, o Vale do Jequitinhonha viveu o seu I Campeonato Mineiro Regional de Karatê, na cidade de Jenipapo de Minas, no Médio Jequitinhonha, no nordeste de Minas.
O evento teve a participação de 14 cidades da região e 254 atletas em disputa de Kata e Kumite.


Foi considerado um Campeonato de grande sucesso, principalmente pela participação de projetos, idealizados pelas prefeituras das cidades que engrandeceram esta etapa do calendário oficial da FMK. Foram destaques os projeto de Chapada do Norte e Jenipapo de Minas.


O Organizador Chefe do evento foi o Professor Marco Aurélio da Academia Dragões de Jenipapo de Minas.
O homenageado foi o Professor Davi Ornelas, um dos maiores ícones do Karatê do Vale do Jequitinhonha, como professor e incentivador do esporte em várias cidades da Região.


As lideranças políticas da cidade de Chapada do Norte presentes ao evento solicitaram que esta competição seja realizada na sua cidade no ano de 2012.
Equipe Dragões AJENAI de Karatê, de Jenipapo de Minas
Está de parabéns a Equipe Dragões AJENAI - Associação Jenipapense de Assistência à Infância, conveniada com o Fundo Cristão para Crianças. Além de receber o troféu de 1º lugar no ranking 2011 foi a campeã do Torneio.

Karatecas de Montes Claros são convidados
A cidade de Montes Claros, convidada especial para o evento dos karatecas do Vale, foi representada por 10 atletas do Funorte. O karatê de Montes claros alcançou o terceiro lugar no ranking geral. Foram destaques a Amanda Sttéfany e Larissa Carolayne, que conquistaram, cada uma, duas medalhas de ouro nas modalidades Katá e Luta.
Os karatecas de Montes Claros se preparam para participar de Campeonatos Nacionais.



Com informações da AJENAI, dos Dragões do Karaté de Jenipapo de Minas e Federação Mineira de Karatê

Bandidos invadem casa em Minas Novas e fazem família refém

Bandidos invadem casa em Minas Novas e fazem família refém
A quadrilha levou cerca de R$ 100 mil em jóias e R$ 17 mil em dinheiro.
Uma família de Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha, passou momentos de terror na madrugada desta quinta-feira, 23.06. Sete criminosos invadiram a casa de um senhor, proprietário de um posto de gasolina na cidade. Os bandidos chegaram por volta de 1h e fizeram a família do empresário refém. Segundo o delegado Vitor Amaro da Silva, os homens estavam armados com revólveres e pistolas. Eles ameaçaram as vítimas e prenderam todos dentro de casa.

A quadrilha levou cerca de R$ 100 mil em jóias e R$ 17 mil em dinheiro. Eles ainda roubaram barras de ouro bruto que estavam guardadas na residência e os celulares da família, para evitar que acionassem a Polícia Militar (PM). De acordo com o Dr. Vitor, os criminosos fugiram num Fiat Palio e num Fiat Marea, com placas de Ibirité e Belo Horizonte. Um deles foi preso em casa, na manhã desta quinta, na capital, depois de buscas da polícia. Os dois veículos usados na fuga também foram encontrados em BH, mas ainda estão foragidos seis integrantes da quadrilha.

Segundo o delegado, o suspeito preso já foi autuado por assalto a mão armada, tendo passado por interrogatório. “Ele se limitou a prestar informações somente em juízo. As buscas pelos outros suspeitos vão continuar durante o dia, em Belo Horizonte e região metropolitana”, afirma Beloti. Nenhum material roubado foi recuperado pela polícia, nem mesmo as armas usadas no assalto.

Fonte: Luana Cruz- Estado de Minas (com alterações). Postado pelo Blogdojequi, por Bernardo Vieira, de Minas Novas.

Festivale: Inscrições para Festival de Música e Noite Literária já estão abertas

Festivale: Inscrições abertas para o Festival de Música e Noite Literária
Maior evento cultural do Vale será em Jequitinhonha, entre 24 e 30 de julho Depois das incertezas quanto à realização da 29ª edição do Festivale - Festivale de Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha, a Fecaje e Prefeitura Municipal de Jequitinhonha, no Baixo Jequitinhonha, no nordeste de Minas, decidiram pela realização do evento, após reunião realizada na segunda-feira, dia 21/06.

Os interessados em participar devem acessar o Regulamento Festival de Musica e da Noite Literária. Podem baixar os regulamentos no site da Fecaje (www.fecaje.org.br) e enviar propostas à organização.

As inscrições estarão abertas até o 10/07/2011.Outras informações podem ser obtidas através do e-mail fecaje@yahoo.com.br ou pelos telefones: (33) 3741-1053 – Secretaria de Cultura, (33) 9989-5780 – Ângela Gomes Freire ou (33) 9951-0403 – Zé Augusto.

Consideração, de Carlos Henrique Rangel

Consideração
Carlos Henrique Rangel


Carlos Henrique Rangel é educador e poeta, sendo Coordenador de Educação Patrimonial do IEPHA - Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais.

Idene quer R$ 30 milhões para recuperar bacias hidrográficas

Diretor do Idene quer R$ 30 milhões para recuperar bacias hidrográficas
Rios do Vale do Jequitinhonha, Mucuri e norte de Minas seriam beneficiados Bacia hidrográfica do Jequitinhonha pode ser beneficiada com recursos do Fhidro


Rúbio de Andrade, diretor-geral do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene) participou de reunião de Comissão Especial na Assembléia Leigslativa para indicação do cargo que já ocupa. Segundo a Comissão, Ele demonstrou experiência e conhecimento suficientes para assumir o cargo, que ele já ocupa desde o início do governo Anastasia.

Durante seu relato, Rúbio de Andrade falou sobre a estrutura e os objetivos do Idene e as prioridades para os próximos anos. Afirmou que pleiteia a ampliação para 1/3 a participação da região nos recursos do Fundo de Recuperação, Proteção e Desenvolvimento Sustentável das Bacias Hidrográficas do Estado de Minas Gerais (Fhidro).

A ideia é aumentar dos atuais R$ 10 milhões, para R$ 30 milhões. Rúbio justifica que a região de abrangência do Idene responde por 37% da área total do Estado mas, por outro lado, é a mais carente de Minas. “Nada mais justo que a participação aumente”, ponderou. O recurso seria aplicado na recuperação de sub-bacias hidrográficas e construção de barramentos para combater a seca que assola aquela área.


Outra proposta do diretor do Idene é dinamizar o uso da estrada de ferro Belo

Horizonte/Salvador, que passa por Montes Claros. Também citou como prioritárias obras de duplicação nas rodovias federais 135, 251, 381 e o trecho mineiro da 116, todas que atendem às regiões Norte e Nordeste, além da pavimentação da BR-251 e melhorias na 367.


Rúbio Andrade se comprometeu, ainda, a batalhar por resgatar o Programa Sanear, que propõe atender 250 pequenos municípios pobres de Minas com abastecimento de água, serviço de esgoto e drenagem. Outras prioridades são ampliar as parcerias com o governo federal em programas para o desenvolvimento da região, estimular a atração de mais investimentos, com atenção para os setores de mineração, petróleo, gás, energia, biodiesel, agroindústria e fruticultura que já são reconhecidos como vocações da região.

O diretor sugere, ainda, a implantação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) em Teófilo Otoni, uma antiga reivindicação da região, e a implantação de uma política de incentivos fiscais estaduais para setores econômicos que investem nesses municípios.

Área de atuação do Idene

O Idene atua nos 188 municípios das regiões Norte e Jequitinhonha/Mucuri, que ocupam 37% da área geográfica do Estado e abrigam 16% da população, cerca de 2,9 milhões de pessoas. Apesar disso, a região convive com os piores índices sociais de Minas Gerais.


O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é 0,65, inferior à média do Estado que é de 0,72. O analfabetismo atinge 29% dos moradores, contra a média estadual de 12%. Enquanto o Produto Interno Bruto (PIB) per capita de Minas é R$ 15 mil anuais, o da região é de apenas R$ 6 mil.
O instituto tem 236 servidores, 1/3 dos quais em Belo Horizonte e os demais espalhados pelas três regionais (Norte, Jequtinhonha e Mucuri).



Em 2010 executou um orçamento de R$ 140 milhões e a previsão para este ano é de R$ 165 milhões. São cinco os projetos prioritários do instituto: Programa Leite pela Vida, com orçamento de R$ 90 milhões; Convivência com a Seca (R$ 22 milhões), Combate à Pobreza Rural (R$ 20 milhões), Cidadão Nota 10 (R$ 15 milhões) e Projetos Produtivos (R$ 12 milhões).


Rúbio informou que já está negociando com a Secretaria de Saúde para retomar o programa Sorriso no Campo em 2012, pois não há orçamento previsto para este ano. Também disse que o Idene firmou parceria com a Vale para ampliar o programa Turismo Solidário.


O candidato – Rúbio de Andrade, 53 anos, é economista com mestrado na mesma disciplina, pela Universidade Federal de Viçosa. Possui três cursos de especialização: comércio exterior e câmbio, relações econômicas internacionais e planejamento e desenvolvimento regional.
Há 15 anos atua no segmento de gestão de projetos. Desde 2009, coordenada o projeto estruturador Convivência com a Seca. Antes ocupou cargos de gestor na Universidade Estácio de Sá, Sebrae, Projeto Cresce Minas (Fiemg), BDMG, além de ter sido superintendente da Sudenor.


Informações da Assembléia Legislativa de Minas

Coronel Murta se prepara para o 14º Grande Forró

Coronel Murta se prepara para o 14º Grande Forró
Coronel Murta viverá mais um grande momento na sua tradicional festa do 14º Grande Forró. Será nos dias 01 a 03 de julho, no próximo final de semana, em praça pública.

A animação já é vista pelas ruas da cidade com a organização de barraquinhas pela praça e avenida principal.

Essa cidade do Médio Jequitinhonha, no nordeste de Minas, atrai grande número de turistas de toda a região para esta grande festa junina, com grandes atrações como o sanfoneiro Doro Brasa Mundo, Tirana Seca, Calistones e Trio Parada Dura.

Venha fazer parte você também da grande festa.

Com informações da Prefeitura de Coronel Murta.

domingo, 26 de junho de 2011

Cruzeiro vence e Atlético é goleado pelo Flamengo

Cruzeiro vence primeira no Brasileirão
Atlético é goleado pelo Flamengo

O garoto Dudu foi o destaque da vitória do Cruzeiro sobre o Coritiba. Montillo marcou os dois gols


Foi com sofrimento, mas o Cruzeiro conquistou, neste 25.06, sábado, na estreia do técnico Joel Santana, a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Com gols de Montillo, um deles de pênalti, o time mineiro derrotou o Coritiba por 2 a 1 e subiu para a 14ª posição com seis pontos, deixando a zona de rebaixamento.

O segundo gol saiu só aos 39 da etapa final, cinco minutos depois de o Coritiba empatar a partida.
Um dos principais personagens da partida foi o garoto Dudu. Ele entrou no lugar de Henrique no primeiro tempo e teve participação direta nos dois gols. Primeiro, ele sofreu o pênalti. Depois, assistiu Montillo no segundo gol, com cruzamento perfeito.

A entrada de Dudu foi uma modificação ousada de Joel Santana ainda aos 35 do primeiro tempo. Em vez de lançar um volante no posto de Henrique, machucado, ele preferiu colocar o Cruzeiro à frente.

Com a vitória o Cruzeiro ficou em 15º, fora da zona de rebaixamento.
Depois de vencer o vice-campeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro terá pela frente, na próxima quarta, no Rio de Janeiro, o campeão Vasco. A partida será às 19h30. A defesa atleticana não suportou a pressão do ataque do Flamengo, com Ronaldinho Gaúcho

Atlético completa 4 jogos sem vencer
No confronto entre equipes que buscavam o fim do jejum de vitórias no Campeonato Brasileiro, o Flamengo levou a melhor sobre o Atlético. O Galo até saiu na frente, mas, desorganizado e apático, sofreu quatro gols do Rubro-Negro, na noite deste sábado, no Engenhão, estádio onde o Alvinegro nunca venceu um jogo.

Com a derrota por 4 a 1, o Atlético completou quatro partidas sem vencer na competição. Já o Flamengo voltou a vencer depois de quatro empates. Na próxima rodada, o Galo recebe o Internacional, na quinta-feira, às 21h, na Arena do Jacaré.

Com a derrota o Atlético caiu para o 10º lugar na tabela.

América não jogou
O América mineiro enfrentaria o Santos nesta 6ªodada do Brasileirão. Porém, o jogo foi adiado para o dia 2 de julho, em Santos, às 19:30 horas. O América está em 17º lugar, na zona de rebaixamento.

Brasileirão
Resultados da 6ª Rodada
Flamengo 4 x 1 Atlético MG
Atlético PR 0 x 2 Bahia
Coritiba 1 x 2 Cruzeiro
Ceará 2 x 0 Palmiras
Corinthians 5 x 0 São Paulo
Botafogo 2 x 1 Grêmio
Avaí 0 x 1 Fluminense
Atlético GO 0 x 1 Vasco
Internacional 2 x 0 Figueirense
Santos x América MG

Classificação do Brasileirão
1 São Paulo 15 pontos, 3 gols saldo
2 Corinthias 13 pontos, 9 gols saldo
3 Palmeiras 11 pontos, 5 gols saldo
4 Botafofo 11 pontos, 3 gols saldo
5 Vasco 11 pontos, 2 gols saldo
6 Figueirense 10 pontos, 3 vitórias, 2 gols saldo
7 Flamengo 10 pontos, 2 vitória e 7 gols saldo
8 Fluminense 9 pontos, 3 vitórias,- 2 gols de saldo
9 Internacional 9 pontos, 2 vitórias, 3 gol saldo
10 Atlético MG 8 pontos, 2 vitórias , 1 gol saldo
11 Bahia 8 pontos, 2 vitórias, 0 gol saldo
12 Atlético-GO 7 pontos, 2 vitórias, 0 gol saldo
13 Grêmio 7 pontos, 2 vitórias, -1 gol saldo
14 Ceará 7 pontos, 2 vitórias, - 4 gols saldo
15 Cruzeiro 6 pontos, 1 vitória, - 2 gol saldo
16 Santos 5 pontos, 1 vitória, 1 gol saldo
17 América 5 pontos , 1 vitória, - 4 gols saldo
18 Coritiba 4 pontos, 1 vitória, -1 gol saldo.
19 Atlético-PR 1 ponto, - 9 gols saldo
20 Avaí 1 ponto, - 14 gols saldo.

Pontes são duplicadas na rodovia entre Araçuaí e Francisco Badaró

Pontes são duplicadas na rodovia entre Araçuaí e Francisco Badaró
Após muitas reivindicações tiveram início as obras de alargamento das pontes estreitas localizadas na MG 676 que liga Araçuaí à Francisco Badaró, no Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas. Duas delas serão duplicadas e uma terceira localizada no Rio Setúbal que é de madeira será substituída por uma de concreto.

A pavimentação da rodovia estadual que liga Araçuaí às cidades de Francisco Badaró, Jenipapo de Minas e Berilo teve início em março de 2009, sendo concluída no segundo semestre de 2010. A obra foi orçada em 52 milhões de reais, beneficiando algumas comunidades rurais de Araçuaí e Francisco Badaró que agora têm uma ligação asfáltica e um acesso mais rápido.

Acrescente-se também os benefícios da sede do município, além das cidades de Francisco Badaró, Jenipapo de Minas e Berilo que, em pleno século XXI, não possuíam estradas asfaltadas. Após o término do serviço ficou faltando o alargamento de 3 pontes muito estreitas e antigas localizadas sob os rios Calhauzinho, Setúbal e Gravatá, ocasionando riscos e muitas reclamações por parte de motoristas e moradores das comunidades beneficiadas.

O Edital de serviço da obra saiu em outubro do ano passado e as obras tiveram início no segundo trimestre de 2011 para tender as reivindicações da população. O trabalho já é intenso. A ponte sobre o rio Setúbal que é toda de madeira será substituída por uma de concreto.


Já a ponte sob o rio Calhauzinho, construída há mais de 40 anos, esta bem danificada pelo tempo.

A revitalização da ponte dará mais segurança aos motoristas e pedestres ao atravessá-la.

A obra de duplicação da ponte sobre o rio Gravatá também já teve início. Por enquanto, só é possível passar um carro de cada vez. Com o alargamento além de a ponte comportar os veículos nos dois sentidos irá garantir mais segurança aos pedestres. Os moradores estão aliviados com a resolução do problema.

Ao todo, foram pavimentados 73 km de rodovia, sendo 47 entre Araçuaí e Francisco Badaró, 17 km entre o trevo de Francisco Badaró a Jenipapo de Minas, e mais 18 entre Badaró a Berilo. Esta era uma antiga reivindicação de todos os municípios beneficiados que sofriam na época das chuvas com a lama e na seca com a poeira.


Entretanto, muitos motoristas têm reclamado da quantidade de curvas e da qualidade do piso da rodovia. As obras foram realizadas pelo PROACESSO, programa de asfaltamento de ligação entre pequenos municípios mineiros, financiado pelo Banco Mundial.

Fonte: TV ARAÇUAÍ, repórter André Sá