quarta-feira, 17 de outubro de 2018

A democracia suicida.

Democraticídio. 

Por Tereza Cruvinel

Para os cegos que não querem ver,a coluna de Tereza Cruvinel, hoje, no Jornal do Brasil.
As advertências sobre o risco Bolsonaro para a democracia não são choro antecipado de perdedor, artifício de petistas desesperados para virar o jogo.
O democraticídio virá, não apenas porque condiz com a natureza autoritária do deputado-capitão, mas porque, se eleito, não será capaz de dar outra resposta aos impasses que enfrentará.
Os avisos vêm até dos que ajudaram a semear o antipetismo, um dos mais fortes nutrientes da candidatura favorita.
Outros, que poderiam falar mais alto, justificam a omissão com a bazófia de que, ainda que ele tente, nossas instituições terão força para evitar qualquer ruptura.
Em 1964 também tínhamos instituições que pareciam funcionar, mas elas não apenas cederam ao primeiro movimento de tanques.
Elas ajudaram a executar a parte civil do golpe. Bolsonaro e seu entorno, a começar do vice troglodita, nunca esconderam o pendor autoritário e a saudade da ditadura, nos elogios da tortura e nas homenagens ao grande torcionário, Brilhante Ustra.
E sempre expôs com sinceridade brutal seus preconceitos contra mulheres, gays e negros.
A partir de 2013, a nostalgia da ditadura foi legitimada pelos manifestantes que passaram a pedir intervenção militar.
E ele foi crescendo, como estuário de ressentimentos, do antipetismo, do incômodo dos conservadores, das vítimas da recessão, dos revoltados com a corrupção (insuflados pela Lava Jato) e dos ansiosos por uma promessa de segurança.
Militares já no poder
Já está em curso uma tomada de poder pelos militares, facilitada por Temer, ao nomear um general para a Defesa e fazer de outro homem forte palaciano.
O presidente do STF, Dias Toffoli, também arranjou um general para chamar de seu.
Um grupo de militares ligados à campanha de Bolsonaro atua com toda desenvoltura em Brasília, elaborando projetos de infraestrutura e desenhando a ocupação do governo.
Militares e policiais eleitos para a Câmara formarão uma bancada importante.
Foi percebendo a militarização do poder que o guarda de Campinas disse ontem, ao prender estudantes que panfletavam por Haddad: “a ditadura militar voltou, graças a Deus”.
Então, é lorota esta conversa de instituições que vão resistir. Elas já estão em frangalhos.
E ainda que o capitão, se feito presidente, seja forçado ao comedimento pelo banho sagrado do voto popular, outros fatores o empurrarão para soluções autoritária, tais como seu indiscutível despreparo para governar, sua inaptidão para lidar com os cânones do presidencialismo, que pressupõem a divisão do poder com o Congresso.
O que ele fará quando sofrer a primeira grande derrota parlamentar?
Daqui para o dia 28, debate não haverá, como se depreende da grosseira resposta que ele deu ontem a Haddad, por rede social: “quem conversa com poste é bêbado”.
Nesta linha, falando das famílias que buscam os corpos dos mortos no Araguaia, ele já disse que “quem procura osso é cachorro”.
Sem debate, receberá um cheque em branco, em relação à democracia e às políticas que adotará.
Ignorante confesso de economia, delegará os problemas a seu “posto Ipiranga”, o economista Paulo Guedes, já previamente nomeado ministro da Economia (uma superpasta que Collor também entregou à sua superministra Zélia Cardoso de Mello).
Por ser um neoliberal extremado é que o mercado abraça Bolsonaro.
Para resolver o problema da dívida pública, Guedes quer uma privatização generalizada, vai manter a emenda que congela o gasto público e proporá reformas tributária e previdenciária. Bolsonaro terá que entregá-las.
Seu PSL elegeu 52 deputados, fazendo a segunda maior bancada, mas para aprovar uma emenda constitucional serão necessários 308 votos.
Será preciso buscar 256 voltos em negociações com os partidos mas ele já disse que não negocia, não barganha.
Em algum momento, haverá trombada. Direitos serão suprimidos, ele já avisou, e haverá resistência nas ruas, ninguém duvide. E ele vai mandar as tropas, ninguém também duvide. Não enxerga quem não quer os sinais do que virá.
Publicado no Tijolaço, em 17.10.2018

O PT não quebrou o país. Entenda o porquê

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Bolsonaro seria um gay enrustido?

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Vale do Jequitinhonha elege Jean Freire e Marquinho deputados estaduais e Igor Timo deputado federal

Confira a votação dos deputados eleitos nos principais municípios.
O Vale do Jequitinhonha não poderá reclamar de representação política na Assembléia Legislativa e na Câmara dos Deputados, nos próximos 4 anos. 
Neste domingo, 7 de outubro, foram eleitos dois deputados estaduais, do 
Partido dos Trabalhadores: Jean Freire, de Itaobim, e Marquinho Lemos, de Carbonita. Igor Timo, de Virgem da Lapa, também foi eleito deputado federal 
pelo PODEMOS.


Jean Freire fez campanha com o lema "Neste Vale acreditar"!

O deputado estadual Jean Freire foi reeleito com 83.024 votos, 30.709 votos a mais do que obteve em 2014, num crescimento eleitoral de 63,4%.

Jean teve sua votação concentrada nos Vales do Jequitinhonha e Mucuri onde obteve 66.268 votos. Teve votação expressiva em Almenara, Araçuaí, Itaobim, Teófilo Otoni, Turmalina, Jequitinhonha e Padre Paraíso. Mas, também foi bem votado no norte de Minas e na Grande BH. 
Veja o quadro de votação  abaixo.

VOTAÇÃO DO DEPUTADO  ESTADUAL JEAN FREIRE, EM 2018
POR MICRO E MACRORREGIÃO


Microrregião
Votos Válidos
2018
Votação
2014
Votos
2018

Baixo Jequitinhonha
458.913
4.122
18.644
Médio Jequitinhonha
800.991
30.015
26.770
Alto Jequitinhonha
3.676.579
5.547
7.255
Vale do Mucuri
808.707
3.406
13.038
Sub-total   Jequi/Mucuri
764.221
43.090
66.268
Norte de Minas
336.673
2.811
6.474
Grande BH – Central
1.160.572
2.246
6.065
Vale do Rio Doce
1.334.297
1.941
1.646
Triangulo Mineiro
188.288
398
431
Alto Paranaíba
589.901
242
546
Zona da Mata
458.913
82
336
Sul de Minas
800.991
101
245
Noroeste de Minas
3.676.579
16
831
Centro-Oeste de Minas
870.553
59
196
T O T A L

52.315

83.024


Marquinho de Carbonita, ex-prefeito desta cidade do Alto Jequitinhonha, por três vezes, decidiu ser candidato, na  última hora, quando Durval Ângelo, no sétimo mandato de deputado estadual, pelo PT, aceitou a indicação para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Minas. Ele foi o padrinho da candidatura do Marquinho. Rodou suas bases eleitorais apresentando Marquinho como seu herdeiro eleitoral. 

O ex-prefeito registrou o seu nome de candidatura como Marquinho Durval . Ele  obteve 41.852 votos. Marquinho teve votação expressiva nos seguintes municípios: Mutum, Carbonita, Itamarandiba, Buritizeiro, Guanhães, Belo Horizonte, Fervedouro, Raul Soares e Diamantina. 


Confira o quadro abaixo:
Votação de Marquinho de Carbonita, por Macrorregião.
Macrorregião
Votos Válidos
Votos
2018


Vales do Jequitinhonha  e Mucuri
458.913

6.830
Norte de Minas
800.991
4.015
Grande BH - Central
3.676.579
7.039
Vale do Rio Doce
808.707
     12.178
Triangulo Mineiro
764.221
73
Alto Paranaíba
336.673
48
Zona da Mata
1.160.572
10.108
Sul de Minas
1.334.297
291
Noroeste de Minas
188.288
185
Centro-Oeste de Minas
589.901
1.085
T O T A L

    41.852
 

O empresário Igor Timo, diretor da TBI Segurança foi eleito deputado federal, neste domingo, 7 de outubro, obtendo 60.509 votos.
Igor Timo é de família tradicional na política do Vale do Jequitinhonha. Seu avô, Valdomiro Silva, foi prefeito de Virgem da Lapa, que também foi governada pelo tio-avô, Valmir Silva, o MIquinho, e pelos tios Tó e Diógenes Timo. Este está no seu segundo mandato. Atualmente, Miquinho é prefeito de  Padre   Paraíso, no Médio Jequitinhonha.
Igor Timo obteve votação expressiva nos municípios de Belo Horizonte, Virgem da Lapa, Araçuaí, Sete  Lagoas, Almenara e Coronel Murta.
Votação de Igor Timo, por macrorregião
Macrorregião
Votos Válidos
2018
Votos
2018

Vales do Jequitinhonha  e Mucuri
459.835

18.967
Norte de Minas
797.913
6.671
Grande BH – Central
3.603.399
22.247
Vale do Rio Doce
825.240
        2.659
Triangulo Mineiro
777.234
645
Alto Paranaíba
336.018
232
Zona da Mata
1.158.654
2.128
Sul de Minas
1.358.094
5.565
Noroeste de Minas
188.108
753
Centro-Oeste de Minas
573.625
642
T O T A L

     60.509



VOTAÇÃO DO DEPUTADO ESTADUAL  DR. JEAN FREIRE,
EM CADA MUNICÍPIO.
Fonte: TSE. Atualizado em 08/10/2018 16:04
LOCALIDADE
VOTOS VÁLIDOS DA LOCALIDADE
VOTOS em
jean
ALMENARA
19.237
8.852
ARAÇUAÍ
15.834
5.846
ITAOBIM
9.851
4.156
TEÓFILO OTONI
58.543
2.925
TURMALINA
9.942
2.758
PADRE PARAÍSO
7.522
2.379
ITINGA
6.978
2.195
BERILO
5.002
2.120
BELO HORIZONTE
1.316.249
2.016
JEQUITINHONHA
10.585
2.011
CARAÍ
8.356
1.733
JOAÍMA
6.145
1.634
MEDINA
10.548
1.535
PONTO DOS VOLANTES
5.534
1.442
CORONEL MURTA
4.526
1.423
MINAS NOVAS
11.528
1.346
NOVO CRUZEIRO
12.467
1.250
CHAPADA DO NORTE
5.183
1.184
PAVÃO
3.744
1.051
MONTE FORMOSO
2.487
995
VIRGEM DA LAPA
5.808
938
CATUJI
4.902
932
PEDRA AZUL
11.141
849
FRANCISCO SÁ
12.239
845
AIMORÉS
12.554
825
DIVISÓPOLIS
4.358
804
VEREDINHA
3.303
781
JOSENÓPOLIS
1.999
766
ITAIPÉ
5.177
747
SALTO DA DIVISA
3.171
739
NANUQUE
16.975
736
FRONTEIRA DOS VALES
2.550
729
RIO VERMELHO
5.485
723
JENIPAPO DE MINAS
2.901
702
JANUÁRIA
30.894
694
RIO DO PRADO
2.670
694
LEME DO PRADO
2.559
662
PALMÓPOLIS
3.422
641
NOVO ORIENTE DE MINAS
4.806
622
POTÉ
7.039
610
JORDÂNIA
4.867
600
ÁGUAS FORMOSAS
9.468
595
ATALÉIA
6.828
555
COMERCINHO
4.095
554
ÁGUAS VERMELHAS
5.869
553
CAPELINHA
16.445
530
RUBELITA
4.488
515
RUBIM
3.995
482
FELISBURGO
3.281
477
MONTE CARMELO
21.211
467
BANDEIRA
2.738
457
JACINTO
5.542
455
SERRA DOS AIMORÉS
3.530
427
MATA VERDE
4.341
384
SETUBINHA
4.578
365
UBERLÂNDIA
307.751
358
JOÃO PINHEIRO
22.342
348
DIAMANTINA
22.286
347
SALINAS
20.857
294
ALVINÓPOLIS
8.412
289
CONTAGEM
295.772
285
RIO PARDO DE MINAS
12.366
284
JOSÉ GONÇALVES DE MINAS
2.435
265
BOCAIÚVA
23.108
260
ITAMARANDIBA
14.427
255
JOÃO MONLEVADE
35.527
255
SÃO FRANCISCO
25.022
255
FRUTA DE LEITE
2.801
249
CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO
9.398
239
UNAÍ
41.049
225
SANTA MARIA DO SALTO
2.675
213
LADAINHA
6.758
212
CARLOS CHAGAS
9.381
211
SANTO ANTÔNIO DO JACINTO
5.421
201
FRANCISCO BADARÓ
4.035
198
IBIRACATU
3.662
195
CRISÓLITA
3.056
193
FELÍCIO DOS SANTOS
2.787
192
CACHOEIRA DE PAJEÚ
4.274
189
SABINÓPOLIS
6.809
161
BETIM
186.687
154
MONTES CLAROS
174.768
152
DIVISA ALEGRE
3.070
151
COUTO DE MAGALHÃES DE MINAS
2.120
149
CORAÇÃO DE JESUS
13.231
132
RIBEIRÃO DAS NEVES
130.338
125
BRASILÂNDIA DE MINAS
7.268
124
RESPLENDOR
8.730
119
GRÃO MOGOL
7.321
111
CURRAL DE DENTRO
3.782
108
SERRO
9.403
105

VOTAÇÃO DE MAQUINHO DURVAL, EM CADA MUNICÍPIO.
Fonte: TSE. Atualizado em 08/10/2018 16:04

LOCALIDADE
TOTAL DE VOTOS VÁLIDOS DA LOCALIDADE
VOTOS em marquinho
MUTUM
14.145
3.609
CARBONITA
4.899
2.572
ITAMARANDIBA
14.427
2.526
BURITIZEIRO
11.259
2.245
GUANHÃES
13.387
1.228
BELO HORIZONTE
1.316.249
1.121
FERVEDOURO
5.476
1.120
RAUL SOARES
10.976
1.078
DIAMANTINA
22.286
873
FREI GASPAR
3.193
867
IBIAÍ
4.060
831
VOLTA GRANDE
2.910
815
RIO VERMELHO
5.485
768
ITANHOMI
6.083
746
RIBEIRÃO DAS NEVES
130.338
685
PEDRA BONITA
4.079
662
CARANGOLA
15.305
614
SIMONÉSIA
9.213
577
CAPUTIRA
5.340
569
SANTA MARGARIDA
8.799
568
INHAPIM
11.899
566
SANTA BÁRBARA DO LESTE
4.178
507
BELO ORIENTE
11.808
502
DORESÓPOLIS
1.176
496
OURO PRETO
37.944
484
LAJINHA
10.239
461
TARUMIRIM
6.894
457
DURANDÉ
4.356
452
SANTA LUZIA
106.149
434
SANTANA DO PARAÍSO
13.764
400
ESPERA FELIZ
11.001
397
SÃO JOSÉ DO JACURI
3.031
397
PERIQUITO
4.012
391
CAPELINHA
16.445
389
NOVA LIMA
46.864
386
NAQUE
3.227
350
SERRO
9.403
320
SERRA DA SAUDADE
764
310
MATIPÓ
10.430
307
VIRGINÓPOLIS
4.741
304
CHALÉ
3.433
297
AÇUCENA
4.440
288
SÃO PEDRO DOS FERROS
3.851
288
DOM CAVATI
3.022
286
ACAIACA
2.053
277
MANHUMIRIM
10.879
244
SENADOR MODESTINO GONÇALVES
2.452
238
MANHUAÇU
38.455
236
ALVARENGA
3.071
235
COLUNA
3.780
231
LUISLÂNDIA
3.899
231
URUCUIA
5.009
229
AIMORÉS
12.554
221
JOÃO MONLEVADE
35.527
215
CONTAGEM
295.772
214
IPATINGA
118.816
209
SERRANOS
1.429
201
BUENÓPOLIS
4.403
184
ABRE CAMPO
7.252
180
PAULISTAS
2.491
164
PIRAPETINGA
6.489
159
DATAS
2.810
143
BURITIS
12.110
140
SÃO JOÃO EVANGELISTA
7.612
139
SÃO FRANCISCO DO GLÓRIA
3.108
130
VEREDINHA
3.303
129
TURMALINA
9.942
116
SÃO JOÃO DO ORIENTE
4.693
115
PIUMHI
15.665
108
BETIM
186.687
100
PIRAPORA
23.971
97
DIVINO
9.893
95
UBAÍ
5.864
91
COUTO DE MAGALHÃES DE MINAS
2.120
90
RAPOSOS
8.816
87
ARICANDUVA
2.760
73
SENHORA DO PORTO
2.066
67
SÃO GONÇALO DO RIO PRETO
1.710
65
PONTE NOVA
26.893
63
RIO ACIMA
5.402
63
SÃO JOÃO DO MANHUAÇU
6.295
62
IPANEMA
9.631
57
GOVERNADOR VALADARES
125.980
52
                                                                                                                              
VOTAÇÃO DEPUTADO FEDERAL IGOR TIMO, 
EM CADA MUNICÍPO.
Fonte: TSE. Atualizado em 08/10/2018 16:04

LOCALIDADE
TOTAL DE VOTOS VÁLIDOS DA LOCALIDADE
VOTOS
BELO HORIZONTE
1.291.751
5.897
SETE LAGOAS
101.074
2.585
VIRGEM DA LAPA
6.035
2.578
ARAÇUAÍ
15.993
2.018
PADRE PARAÍSO
7.707
1.121
ALMENARA
19.202
1.003
CORONEL MURTA
4.555
994
INDAIABIRA
3.673
954
DIAMANTINA
22.258
940
RIBEIRÃO DAS NEVES
128.295
936
TURMALINA
9.950
928
SALINAS
20.505
899
MONTE FORMOSO
2.597
888
BETIM
179.010
878
RUBELITA
4.481
787
SANTA MARIA DO SALTO
2.673
765
MARAVILHAS
4.467
746
SÃO JOSÉ DA VARGINHA
2.323
717
VARGEM GRANDE DO RIO PARDO
2.744
697
BURITIS
12.064
687
LEME DO PRADO
2.540
687
ITINGA
6.863
655
TARUMIRIM
6.988
655
BURITIZEIRO
11.442
647
BARÃO DE COCAIS
14.191
639
JOÃO MONLEVADE
35.061
624
BERILO
5.039
564
CORINTO
9.634
561
VESPASIANO
51.809
541
POUSO ALEGRE
64.545
533
RUBIM
4.048
522
SETUBINHA
4.614
521
SÃO GONÇALO DO RIO PRETO
1.758
502
NOVA MÓDICA
2.571
464
CONTAGEM
284.036
457
OURO FINO
15.139
423
BALDIM
4.599
417
UBERLÂNDIA
316.607
417
CURRAL DE DENTRO
3.788
408
AÇUCENA
4.550
405
ITAMARANDIBA
14.700
400
SABARÁ
57.724
390
CAPELINHA
16.126
388
JANAÚBA
31.150
382
JOSÉ GONÇALVES DE MINAS
2.455
370
DIVISÓPOLIS
4.375
366
GUAXUPÉ
24.366
350
JENIPAPO DE MINAS
2.946
339
PEDRA AZUL
11.090
334
CAMPOS GERAIS
12.555
320
BORDA DA MATA
8.433
316
PARÁ DE MINAS
39.269
307
PRUDENTE DE MORAIS
5.091
303
SÃO GONÇALO DO SAPUCAÍ
12.055
297
CATAS ALTAS
2.948
296
ITAOBIM
9.605
289
MATO VERDE
7.556
283
POTÉ
7.403
282
COUTO DE MAGALHÃES DE MINAS
2.299
281
TEÓFILO OTONI
61.862
281
PONTE NOVA
29.258
280
DESTERRO DE ENTRE RIOS
3.703
266
FRANCISCO BADARÓ
4.110
253
SEM PEIXE
2.082
243
SANTA CRUZ DE SALINAS
2.545
242
PITANGUI
14.430
240
EXTREMA
16.917
239
FELÍCIO DOS SANTOS
2.840
231
NANUQUE
16.804
229
CARLOS CHAGAS
9.059
219
ANGELÂNDIA
3.875
218
SANTA LUZIA
99.927
216
SANTANA DO PARAÍSO
13.841
212
MONTES CLAROS
172.868
202
PEQUI
2.483
197
UBÁ
48.734
196
JESUÂNIA
2.957
192
LEANDRO FERREIRA
2.097
191
LAJINHA
10.477
190
IJACI
3.368
182
BOCAINA DE MINAS
2.909
181
NOVA ERA
9.427
177
VIÇOSA
36.482
170
JURUAIA
6.050
169
SÃO BENTO ABADE
2.792
168
JUIZ DE FORA
253.135
159
CHAPADA DO NORTE
5.208
155
FREI GASPAR
3.166
154
BELA VISTA DE MINAS
5.323
151
PASSA QUATRO
8.047
150
CARAÍ
8.393
144
GOUVEIA
6.416
142
OLHOS DÁGUA
3.370
140
CURVELO
35.772
139
CAXAMBU
10.924
137
IPATINGA
119.119
128
VEREDINHA
3.276
124
FRONTEIRA DOS VALES
2.543
123
JOAÍMA
6.173
123
SERRANOS
1.443
121
NOVA UNIÃO
3.282
120
CORONEL PACHECO
1.870
119
CACHOEIRA DE PAJEÚ
4.284
117
JEQUITINHONHA
10.721
117
AUGUSTO DE LIMA
2.545
113
IBIRITÉ
75.239
113
GOVERNADOR VALADARES
127.193
112
UBERABA
150.934
111
INCONFIDENTES
4.400
109
DATAS
2.803
108
MANHUMIRIM
11.173
104
LIBERDADE
2.841
103
PATOS DE MINAS
70.362
103
SANTA BÁRBARA
14.770
101
PIRAPORA
24.011
100