quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Copa Aranãs confirmada com 10 cidades, 14 times e 4 grupos

Copa Aranãs confirmada com 10 cidades, 14 times e 4 grupos
Depois de reviravoltas Coordenação divulga chaves definitivas dos grupos
Após várias reuniões internas, discussões, desistências de equipes, confirmação de outros times e acatamento de sugestões apresentadas por representantes de equipes, tudo indica que a Copa Aranãs FM 2011 ajustou definitivamente os detalhes que faltavam para o seu início.

O evento terá a participação de 10 cidades e 14 equipes, sendo São Pedro do Suaçuí, Água Boa, Angelândia (Nova Pátria), Aricanduva, Itamarandiba, Carbonita (CFC), Malacacheta (Atalanta), Novo Cruzeiro (Juventus), Berilo e Capelinha (Aranãs, Capivari, Cometa, Independente e Vila Nova).

Com a confirmação das cidades e times, a organização decidiu manter a competição com quatro grupos, exatamente da mesma forma que havia sido decido na Reunião Geral realizada no dia 12 de agosto, no prédio da Câmara Municipal de Capelinha, quando estiveram presentes representantes das 14 equipes que permanecem na Copa.

DEFINIÇÃO DOS GRUPOS DA COPA:
O Grupo A foi mantido com as mesmas 4 equipes (
São Pedro do Suaçuí, Água Boa, Angelândia e Independente de Capelinha).

O Grupo B também foi mantido com as mesmas 4 equipes (
CFC de Carbonita, Itamarandiba, Aricanduva e Aranãs de Capelinha).

Com a desistência de Setubinha, o Grupo C passou a ficar com 3 equipes, mantendo os mesmos times definidos na Reunião Geral (
Juventus de Novo Cruzeiro, Atalanta de Malacacheta e Capivari de Capelinha.

A mesma situação ocorreu no Grupo D. Com a saída de Minas Novas, o grupo manteve os mesmos 3 times definidos na Reunião Geral (
Berilo, Cometa de Capelinha e Vila Nova de Capelinha).

SISTEMA DE JOGOS E CLASSIFICAÇÃO:
O sistema de jogos na Primeira Fase será mantido como previsto antes, ou seja, com jogos de ida e volta. A forma de classificação também foi mantida, ou seja, passarão para a Segunda Fase os dois times melhores colocados de cada grupo.

CRUZAMENTOS DA SEGUNDA FASE:
As equipes classificadas na Primeira Fase em 1º lugar jogarão a Segunda Fase por dois resultados iguais e farão a segunda partida em casa.

Confira abaixo os cruzamentos da Segunda Fase:
1º colocado do Grupo A X 2º colocado do Grupo C (Jogo 1)
1º colocado do Grupo B X 2º colocado do Grupo D (Jogo 2)
1º colocado do Grupo C X 2º colocado do Grupo A (Jogo 3)
1º colocado do Grupo D X 2º colocado do Grupo B (Jogo 4)

CRUZAMENTOS DA TERCEIRA FASE (SEMI-FINAL):
A equipe com a melhor campanha em cada cruzamento da Segunda Fase jogará a Semi-Final por dois resultados iguais e fará a segunda partida em casa.

Confira abaixo os cruzamentos da Terceira Fase (Semi-Final):
Vencedor do Jogo 1 X Vencedor do Jogo 3 (Jogo 5)
Vencedor do Jogo 2 X Vencedor do Jogo 4 (Jogo 6)

JOGO DA QUARTA FASE (FINAL):
A equipe com a melhor campanha em cada cruzamento da Terceira Fase (Semi-Final) jogará a Final por dois resultados iguais e fará a segunda partida em casa.

Confira abaixo o jogo da Final:
Vencedor do Jogo 5 X Vencedor do Jogo 6 .



Todas as informações são oficiais da Rádio Aranãs FM, responsável pela Copa Aranãs

Almenara: Etapa final do 2º Festival Mineiro de Humor em BH

Almenara: Etapa final do 2º Festival Mineiro de Humor em BHOs regionalismos do humor mineiro estarão no palco do Sesc Palladium nesta terça, na segunda edição do Festival Mineiro do Humor. Será a final do concurso que começou em cinco regionais do estado, com apresentações simultâneas em Montes Claros, Poços de Caldas, Almenara, Montes Claros, Uberlândia e Belo Horizonte. “Criamos o festival em função da efervescência que o humor vive”, comenta Janine Fortini, gerente do Lances JK uma das organizadoras do evento. “Entendemos que seria o momento, não só para incentivar os artistas, mas também promovê-los.” Saulo Laranjeiras, cantor, ator e humorista da Praça é Nossa, do SBT

O Festival Mineiro do Humor é dividido nas categorias de stand up e personagem. Hoje, a partir das 20h, os 10 artistas classificados terão 10 minutos para apresentar suas criações. Além deles, os três primeiros lugares do concurso do ano passado também vão subir ao palco. “Normalmente falam do cotidiano mineiro. É um humor regional. Cada texto traz o que é comum para aquela região”, detalha Fortini. O concurso distribui prêmios em dinheiro no valor de R$ 1 mil para o terceiro lugar, R$ 1,5 mil para o segundo e R$ 3 mil para o campeão.

Como um dos objetivos do festival é promover a safra de humoristas mineiros, compõem o júri redatores dos principais programas de humor da TV, como Zorra total e Show do Tom, além de Saulo Laranjeira. Para Laranjeira, o festival é uma oportunidade para que novos artistas coloquem em prática as ideias e o discurso humorístico. E dá uma pista: quem tiver equilíbrio conquista o voto dele. “A qualidade da elaboração do personagem deve estar atrelada ao conteúdo humorístico. Às vezes, o artista tem ótimas piadas, mas o personagem não foi finalizado, ou o contrário. O equilíbrio é fundamental para ter sucesso”, diz.

Os finalistas
Stand Up
Eronilto Mendes Soares – Trabion (Almenara) – Trabalho, eis a questão
Christiano Junqueira (Belo Horizonte ) – Aprecie sem moderação
Illan Carvalho Rego (Montes Claros) – Sobre uma vida tosca
André Bruno Vinhas Pereira (Poços de Caldas) – Aborrecente
Cristiano Antônio (Uberlândia) – Quem sou eu?

Personagem
Sabino Marcos Ramos (Almenara) – Nas graças do riso
Eraldo José dos Santos (Belo Horizonte) – Lili (Os tolos)
Uênio Moreira da Rocha (Montes Claros) – As peripécias de Dona Santa
Janilton Prado (Poços de Caldas) – Cama, comida e roupa lavada
Dagmar Talga (Uberlândia) –
A mendiga

2º Festival Mineiro de Humor (Etapa Final)
Terça, 30 de agosto, às 20h, no Sesc Palladium (Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro).
Entrada franca. Informações: (31) 3214-5350.
Fonte: Caderno Divirta-se, via Blog do Jequi

Minas Novas: Criança Esperança apoia projeto social

Minas Novas: Criança Esperança apoia projeto social
Palestra sobre o ECA, no projeto Casinha de Cultura.Foto: Divulgação
O ex-conselheiro tutelar José Maria Rosário Ramos reuniu-se, no dia 09 de junho, com os 16 alunos do projeto Casinha de Cultura – Espaço para Convivência para falar sobre os direitos e deveres definidos no Estatuto da Criança e do Adolescente, o ECA. O projeto, que atende à crianças e jovens de Minas Novas (MG), tem o apoio do Criança Esperança em 2011.

A palestra antecipou o aniversário de 21 anos da implementação do ECA, que serão completados em julho. Na época de sua implementação, o estatuto foi considerado um marco na defesa dos direitos humanos no país, apesar de ser apontado por alguns como paternalista quando o assunto é a infração cometida por jovem ou criança. Com a palestra, José Maria quis passar uma orientação sobre o que estabelece o Estatuto, que visa a proteção integral de crianças e adolescentes.

“O ECA tem como objetivo garantir os direitos, mas ao mesmo tempo estabelece deveres. É isso que procuramos passar para os jovens: que tenham responsabilidade ao lutar por seus direitos e cumprir os seus deveres”, disse.
Casinha de Cultura
Casinha de Cultura – Espaço de Vivência e Convivência
Associação Minasnovense de Promoção ao Lavrador e à Infância da Área Rural – AMPLIAR
Local: Minas Novas, Minas Gerais
Área de atuação: Transversais,
Ano: 2011
Beneficiados diretos: 254 crianças, adolescentes e jovens, de 0 a 18 anos
Beneficiados indiretos: 1.162 familiares e moradores
Telefones: (33) 3764-1132 Fixo
Endereço: Rua Nana Costa, 17 – Centro - CEP 39650-000
E-mail: ampliar@uai.com.br

AMPLIAR
Foi criada em 1982 com o objetivo de diminuir os impactos da pobreza rural no Vale do Jequitinhonha e desenvolver programas e projetos para crianças e adolescentes, com enfoque na inclusão social e exercício da cidadania.

Promover a cultura local entre gerações e fortalecer o acervo cultural e histórico das comunidades rurais. Proporcionar às crianças um ambiente com cuidados, a oportunidade de brincar e de se integrar socialmente. A proposta é garantir o direito às crianças de vivenciarem a infância, permitindo que as mesmas tenham acesso a um ambiente saudável, onde o brincar se transforma em um jeito prazeroso de aprender. São oferecidas oficinas de teatro, de confecção de tambores, de construção de brinquedos, de reciclagem e de convivência familiar e comunitária, além de aulas de violão, canto, percussão, capoeira e dança.

O apoio do Criança Esperança permitirá fortalecer o acervo cultural e histórico das comunidades através de recursos empregados na reforma desses espaços e da aquisição de materiais. Será realizada a contratação de 1 monitor de casinha de cultura, 1 instrutor de teatro, e de uma administradora para o curso.



A verba também será destinada à alimentação dos alunos e funcionários e para a aquisição de 1 kombi, 1 filmadora, 1máquina digital, 1gravador, 2 micro-sistems, 10 violões, móveis (4 jogos de mesa, 6 prateleiras, 2 armários), material para confecção de tambor, material para mapeamento comunitário, material de escritório, material para confecção de brinquedos artesanais, brinquedos pedagógicos, livros, figurino e cenário de teatro e de canto/coral, camisetas e equipamentos.
Fonte: Rede Globo - Criança Esperança, via Blog do Jequi

Capelinha: Capivari contrata Nicole Bahls do Pânico na TV para lançamento do novo uniforme

Capelinha: Capivari contrata Nicole Bahls do Pânico na TV para lançamento do novo uniforme

Dia 06 de Setembro, o Capivarí Futebol Clube (Clube de Capelinha), chamado de BRI pelos torcedores, fará o lançamento de seu novo uniforme. Contratou para o lançamento a Panicat do Programa Pânico na TV e Modelo Nicole Bahls. Segundo informações, o evento será realizado na Choperia e Lounge Cascata.
O evento de lançamento do novo uniforme do BRI, possivelmente será cobrado.
Nicole postou hoje (30/ago) no Twitter um alô pra torcida do Bri e confirmou presença no dia 06.

Após o Aranãs Esporte Clube anunciar várias contratações o arqui-rival Capivarí resolveu abrir o cofre e pelo visto promete investir bastante para esta edição da Copa Aranãs 2011.

Nicole Bahls
Nicole Bahls, nascida em Londrina, 15 de novembro de 1985 (25 anos). É formada em jornalismo e reside no Rio de Janeiro. Em 2007, venceu o concurso "Musa do Brasileirão", promovido pelos programas Globo Esporte e Caldeirão do Huck, representando o Paraná Clube. Foi modelo da Ford Models. No ano seguinte assinou contrato com a RedeTV! e tornou-se uma das panicats. Apareceu pela primeira vez nua na televisão em 2009 junto com Juliana Salimeni na praia de Tambaba, quando foi registrada a maior audiência do programa.
Em março de 2010, foi eleita por uma votação no site da Globo a "Musa do Verão" e em janeiro escolhida a "Musa do Pepê".
Em 2010 namorou por 3 meses Thor Batista, filho do bilionário Eike Batista e de Luma de Oliveira , e depois o cantor americano Akon, chegando a dizer que gostaria de morar junto com ele. Encerrou o relacionamento via email em maio.


Na mesma semana, pediu afastamento do programa Pânico na TV, por motivos familiares. No início de junho, assinou contrato com a Playboy, tendo sido fotografada no mesmo mês. A publicação do ensaio ocorreu em outubro de 2010.

É a primeira vez que Nicole Bahls vem a Capelinha, no Alto Jequitinhonha, nordeste de Minas. Os empresários da cidade vem investindo pesado na contratação de artistas da tv para divulgarem sua marca. Há alguns meses atrás outro artista da telinha esteve em Capelinha: o ex-bbb Alan Passos, para o desfile da Autonomia Boutique.

Fonte: Portal Aranãs

Fernando Brant: Na Igreja do Carmo, uma visita aos restos de parentes do século 19,

Na Igreja do Carmo
Uma visita aos restos de parentes do século 19.

Por Fernando Brant
Fonte: 50.anos.de.textos
Igreja de Nossa Senhora do Carmo, em Diamantina. Foto: Aascom/Prefeitura de Diamantina

Chegar a Diamantina é sempre um prazer. Muitas recordações de festa e amizade, lembranças que vão até a comemoração de meus cinco anos, data em que bebi, pela primeira vez, um guaraná quase gelado, resultado das pedras de chuva que caíram no quintal e foram recolhidas em uma bacia. Geladeira era algo, para mim, inexistente.

Eis que fui à minha terra da infância no último fim de semana, para assistir a uma homenagem do TRE ao meu pai. E lá me vi, novamente, andando nos caminhos das pedras capistranas. É uma sensação agradável voltar a uma cidade muitos anos depois da partida e encontrá-la, na essência, igual ao que fora.

Muita coisa mudou, é evidente. Os casebres em volta do Rio Grande deram lugar a modestas construções de alvenaria e telha francesa. No Alto da Poeira nem poeira mais há. Lá eu vi o herói Torrô, artilheiro do Oásis, meu primeiro time, chorando em público a morte de seu pai. Aquele homem enorme, aos prantos, foi um espanto para mim. E estranhei mais ainda quando, no dia seguinte, o vi aos beijos com sua namorada. Para meus 7 ou 8 anos era algo incompreensível.

Estou indo agora para a Igreja do Carmo. Caminho devagar no rumo da capela construída pelo contratador João Fernandes para sua amada Chica da Silva. É o que se diz, como se fala também que as torres dos sinos daquele templo religioso foram edificados nos fundos, e não na frente, para que o sono da mulher não fosse perturbado. Que foi o rico e poderoso contratador que financiou a obra deve ser verdade, está escrito lá na porta. Presumo que isso seja mesmo história, mesmo que haja um bom bocado de lenda.

Fui ali para rever a capela e também, para constatar se era real que meus bisavós paternos estavam enterrados lá. Nunca tinha ido conferir. Não havia cemitérios, é o que contam. Por isso as pessoas eram enterradas nos terrenos e nas paredes dos muros laterais das igrejas. Não deu para ler quem eram os mortos do muro, as inscrições se apagaram com o tempo.

Na terra, só um túmulo está cuidado e identificado. Isso foi trabalho de meu pai, eu concluo. Leio com atenção as datas e os nomes: José Ferreira de Andrade Brant e Maria Carolina de Almeida Brant. Esse meu bisavô foi influente em seu tempo, conhecido como Juca Brant. Conheço um retrato dele, imponente e com vasta barba.

Alguém no século 21 visita os restos de parentes do século 19. Coisa de doido.

O que mais me chamou a atenção foi o primeiro sobrenome da bisavó: Almeida. É de seu ramo, então, que veio um tal de Domingos José de Almeida, que saiu de Diamantina para vender cavalos no Rio Grande Sul. Que viagem. Lá ele participou da Revolução Farroupilha, fundou Uruguaiana e se tornou estátua em Pelotas. Mas essa é uma outra história.

Publicado no Passadiçõ Virtual

É o Tchan e Barco a Vela nos 281 anos de Minas Novas!


É o Tchan e Barco a Vela nos 281 anos de Minas Novas!


Do Blog do Jequi, do Bernardo Vieira

Coordenadoria de Cultura é instalada em Araçuaí

Coordenadoria de Cultura é instalada em Araçuaí
A jornalista Daniela Leite foi empossada em Belo Horizonte como Coordenadora do Núcleo de Interiorização de Cultura, com sede em Araçuaí, no Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas.

Os Núcleos de Interiorização foram criados, no intuito de atender a demanda da gestão do Estado de Minas Gerais, focada na regionalização e descentralização da Política Cultural de Minas Gerais. Os Núcleos de Interiorização estão dotados na Superintendência de Interiorização da Secretaria Estadual de Cultura (SEC). Atualmente os Núcleos de Interiorização estão instalados nos seguintes municípios:
Governador Valadares, Araçuaí, Pouso Alegre, São João del Rei e Uberlândia.

“ O Núcleo vai orientar pessoas e empresas que desenvolvem projetos culturais. Vamos estar mais próximos destas pessoas. O Núcleo de Araçuai vai dar suporte para os municípios do Norte de Minas e dos vales do Jequitinhonha e Mucuri”, disse a jornalista.
É de competência dos Núcleos de Interiorização:
• Atender ao território da microrregião, que necessita de informações sobre os serviços da SEC;
• Atender aos Secretários de Cultura da macrorregião (Vale do Mucuri, Jequitinhonha e Norte de Minas) para conhecer a produção cultural do município e receber a demanda do mesmo;
• Mapear os espaços culturais existentes por município, manifestações culturais, calendário de eventos e artistas.
• Divulgar os serviços da SEC para os municípios, de forma a esclarecer como o município pode ser atendido pela SEC, por meio das superintendências e fundações;
• Dar apoio técnico aos gestores de cultura da macrorregião.

Atualmente o Núcleo de Interiorização – Araçuaí está instalado junto ao prédio da Secretaria Municipal de Educação.


Do Gazeta de Araçuaí

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Pedro Morais, gente demais da conta


Pedro Morais, gente demais da conta
Prestes a completar 30 anos, o cantor e compositor Pedro Morais, 29, dispara: "Eu sou um velho, é surreal!". A declaração vem em tom de brincadeira para justificar um hábito. Pedro é do tipo que ainda compra CD e ouve músicas em um discman, ambos invenções do século passado. "Sou vintage, não tenho iPod. Sou muito zoado por isso. Só falta andar com um toca-fitas", completa.




Pedro Morais, cantor e compositor do Vale do Jequitinhonha, do mundo...
Mas não é sintoma de velhice, nem de anacronismo. É só reflexo do ritmo no qual Pedro vive, diferente da maioria da sua geração, movida à velocidade da banda larga. "Eu não sou um cara que gosta de correr, gosto de andar numa velocidade que eu compreendo. Saí do interior, mas ainda mantenho o ritmo lento nas minhas ações", explica o músico, que, apesar de nascido na capital, passou os primeiros 15 anos de sua vida em Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha.


Lá, junto com o pai, na roça da família, cuidava de porcos, galinhas, da plantação de café e dos pés de laranja. Dentre muitas liberdades que a vida no interior propicia, experimentou a de aprender a dirigir ainda menino, ensinado pelo avô. "Ele era meio bravo, falava ‘faz assim, troca de marcha!’", conta. Nessa época nasceu uma de suas grandes paixões, o automobilismo - Pedro tem prazer em dirigir e é ligado em todo tipo de detalhes relacionado a carros, e também a maior delas, a música.


Os vinis do pai, principalmente os infantis gravados por Chico e Vinicius, as festas regionais e as serestas, quando começou a criar intimidade com o bandolim e o violão: "Foi uma coisa inevitável. Isso tudo cria uma base de vivência musical muito interessante", ele diz. Tão inevitável que já aos 15 anos, de volta a BH, Pedro tocava na noite, interpretando Chico e Caetano e se esquivando da fiscalização. "Eu era menor e precisava de autorização dos meus pais pra tocar. Tentava me vestir e me comportar como pessoa mais velha e nunca tive problema. Cresci muito rápido, com 15 anos já tinha voz grave", relembra Pedro, hoje dividido entre a carreira solo e os grupos Cobra Coral e Orquestra Cabaré e a faculdade de música.

É na universidade que Pedro vem colocando em prática uma de suas características, a de questionador. "Sou meio cabeça dura. Acho que é importante tentar descobrir o porquê das coisas. Me alimento muito disso". Entre um questionamento e outro, se distrai com os filmes de Almodóvar, os livros de Quintana e desejos para o futuro. "Não vai demorar muito, vou acabar sendo pai. Eu queria ter uns cinco filhos, mas sei que isso é difícil", revela Pedro. A justificativa? "Adoro brincar, fazer festa. Acho o universo infantil massa", diz o rapaz que se acha um "velho".
Resistência
"Esse violão é especial pra mim. Ele é de 79, muito velho, mais velho que eu. Foi do meu pai e faço show com ele até hoje. Está todo detonado, mas eu percebo que, pelo seu tempo de vida, ele continua firme e forte, está ótimo. A madeira está trincada em alguns pontos, emite um som estranho às vezes, mas faz parte dele. Não dá pra gravar, mas ao vivo funciona bem pra caramba".

Fãs

"Eu tenho um saco cheio de bilhetes que as pessoas escreveram pra mim em shows. Eu comecei tocando em bar e lembro do garçom deixando os bilhetes no chão. No final, juntava tudo, levava pro camarim e começava a guardar os recados que tinham algum diferencial".
Infância
"Esse uniforme é da época do primeiro grau. Foi um período muito legal da minha vida, estava saindo da infância e indo pra adolescência. Essa camisa é um registro de uma vivência muito bacana que eu não quero esquecer. Talvez tenha a ver com a vontade de congelar momentos, aquela vontade de guardar as coisas pra sempre ou manter um grupo de pessoas por perto. Querendo ou não, quando a gente cresce, a gente se afasta das ligações infantis".
Presente


"Tenho uma relação afetiva muito grande com esse bandolim. Foi um dos primeiros instrumentos que eu comecei a tocar, e no início usava um emprestado. Este bandolim foi dado de presente por um amigo do meu pai que nem me conhecia. Ele ficou espantado em saber que eu era uma criança de 10 anos já querendo tocar e encomendou um bandolim lá de São Paulo e mandou pra mim no Vale. Às vezes, pego pra fazer uma gracinha, mas tocava muito melhor antigamente".
Registro

"Essa fita tem gravadas uma das minhas primeiras tentativas de composição. Eu tinha um gravador portátil e usava fitas pra guardar ideias, coisas que eu nem lembrava que existiam, mas que podem ser reaproveitadas. Acho que ela promove um link interessante com o futuro. Da mesma forma que ela é um passado real, tem registro de coisas que podem ser recicladas e produzidas no futuro".
Esta reportagem foi publicada no jornal OTEMPO online, no Pampulha, na coluna Gente, no domingo, 28.08.2011

A greve da educação e as manipulações de Anastasia

A greve da educação e as manipulações de Anastasia
O Governador mineiro, Antonio Anastasia(PSDB), convocou uma coletiva com a Imprensa para às 10 horas da segunda-feira (29/8). Na verdade, não foi uma coletiva e sim um pronunciamento, uma vez que os jornalistas não tiveram o direito de fazer nenhuma pergunta, comprovando o ¨coronelismo¨do governo.
Mentiras de Anastasia.
No pronunciamento, Anastasia abordou questões que não significaram nenhuma novidade, mas que o mentiroso pretende repetir até parecer verdade, como as questões abaixo:

Anúncio do Governador: 62% da categoria optou pelo subsídio.
Mentira: A manipulação da verdade está em não informar que os contratados não podem optar: dos 398 mil cargos da educação, apenas 200 mil tiveram o direito de opção entre as formas de remuneração. Destes, 153 mil saíram do subsídio. Portanto, não se pode afirmar que 62% optaram pelo subsídio.

Anúncio do Governador:“o estado realizou um acordo com o SINDUTE e apresentou a Assembleia Legislativa que também aprovou uma nova sistemática de remuneração para os Servidores da Educação em Minas Gerais através de uma parcela única mais clara de maneira mais objetiva”
Mentira:Aqui temos mais mentiras e desmandos, esse acordo com o SindUte, o governo armou um circo chamado de comissão para estudar as maneiras de melhorar a remuneração, essa comissão era composta de membros da SEPLAG da SEE e do SindUte, o prazo para as negociações ainda não tinham acabado quando o governo divulgou o novo projeto de lei que instituía o Subsídio. Usou de má fé para acabar com uma greve que estava prejudicando sua imagem criando a dita comissão e passou a perna nos professores que agiram com a boa fé que esse mesmo governo diz esperar nas negociações.


Anúncio do Governador: A decisão do STF não muda em nada a nova sistemática de remuneração em Minas Gerais.
Mentira do governador: O Subsídio, forma de remuneração implantada em Minas Gerais, não é Piso Salarial, mas remuneração global, conforme descrito nos artigos 2º e 3º da Lei Estadual 18.975/10. O Estado de Minas não paga o Piso Salarial Profissional Nacional determinado pela Lei Federal 11.738/08. Conforme julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), publicado no dia 24/08, "é constitucional a norma geral federal que fixou o Piso Salarial dos professores do ensino médio com base no vencimento e não na remuneração global."


Anúncio do Governador: O Sindicato reivindica 300% de reajuste.
Mentira do Governador: A reivindicação da categoria é o pagamento do Piso Salarial Profissional Nacional, instituído pela Lei Federal 11.738/08. O governador não recebeu reivindicação de 300% de reajuste e sim de cumprimento da Lei do Piso. Anastasia entrou no governo sabendo que teria que ajustar salário dos professores nesse ano, pois a Lei foi aprovada em 2008.

Anúncio do Governador: A adesão à greve é de 20%
Mentira do Governador: A greve atinge 50% do Estado. A estratégia de minimizar o movimento não é o melhor instrumento para resolver o conflito em questão.
Anúncio do Governador: Pedirá ao Ministério Público que agende nova reunião para dialogar com o Sindicato.
Observação do Sind-UTE/MG: Estamos abertos ao diálogo. Na semana passada, antecedendo à Assembleia Estadual do dia 24/08, o Sindicato procurou diversas vezes o Ministério Público, sem conseguir o agendamento de reunião.


Anúncio do Governador: Os alunos não serão prejudicados
Mentira do Governador: Se o governo acha que contratar pessoas sem formação para responder pelo processo de ensino aprendizagem dos alunos não traz prejuízo ou que 83 dias de greve já não causou enorme prejuízo a todos, não sabemos o que, na visão do governo, causaria prejuízo.
Divulgação do SIND-UTE.

Câmara dos Deputados debate Vale do Jequitinhonha e Mucuri

Câmara dos Deputados debate desenvolvimento sustentável do Vale do Jequitinhonha e Mucuri
Discutir ações reais que viabilizem o desenvolvimento sustentável. Este é o foco do 2º Seminário sobre Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. O evento acontecerá no próximo dia 13 de setembro, no Auditório Nereu Ramos, em Brasília, realizado pela Comissão de Legislação Participativa da Câmara Federal.
Investimentos em infraestrutura, educação, cultura, artesanato, músicas, teatro e políticas sociais, compõem a pauta. Segundo o deputado federal Leonardo Monteiro (PT-MG), idealizador do evento, a idéia é a continuidade do projeto iniciado em 2003 quando foram apresentadas as demandas do nordeste mineiro ao debate nacional.
- Agora queremos a inclusão das propostas de interesse regional na agenda de desenvolvimento do país - explicou.
PROGRAMAÇÃO
Durante o seminário serão realizadas três Mesas Redondas sobre vários temas.

1ª Mesa Redonda: Infraestrutura Logística, Energética, Social e Urbana

Expositores: prefeito de Itamarandiba, Tom Costa, Presidente da AMAJE; prefeito de Araçuaí, Aécio Silva Jardim, presidente da AMEJE; Prefeito Euder Mendes, de Divisópolis, presidente da AMBAJ; prefeito Henrique Luiz da Mota – presidente da AMUC; prefeito de Jequitinhonha, Roberto Botelho, presidente da UMVALE; Maria José Haueisen Freire - prefeita de Teófilo Otoni.

Debatedores: Prefeito de Itaobim, João Pereira; Senador Clésio Andrade; DNIT; Ministério da Integração Nacional; Ministério dos Transportes.

A mesa será coordenada pelo deputado Ademir Camilo (PDT/MG).

2ª Mesa Redonda - Desenvolvimento Industrial, Comercial, Turismo e Social,

Expositores: Fernando Pimentel, Ministro da Indústria e Comércio; Ministério do Desenvolvimento Social; Ministério do Desenvolvimento Agrário; BNB; Idene.

Debatedores: Representante da Contag, Fetaemg; ZPE.

A mesa será coordenada pelo deputado Leonardo Monteiro.

3ª Mesa Redonda - Cultura e Educação

Expositores: Ângela Freire, presidente da Fecaje; Gonzaga Medeiros, presidente do Instituto Vale Mais; Agrutevalel e MEC.

Debatedores: Reitor da UFVJM Pedro Ângelo; o reitor do IFNMG, Paulo César Azevedo; o professor João Antônio, da UFMG.
A mesa será coordenada pelo deputado Fábio Ramalho.
O seminário será encerrado com uma intervenção cultural apresentado por artistas dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

COPANOR atenderá abastecimento de pequenas comunidades rurais

COPANOR vai assumir abastecimento
de água em comunidades do semiárido
Estatal se negava a atender comunidades com
menos de 200 habitantes
O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Sedru), Bilac Pinto, anunciou, na visita da Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas Gerais à pasta, que o Poder Executivo vai assumir, por meio do projeto estruturador "Vida no Vale", o abastecimento de água nas comunidades de até 200 habitantes localizadas nas regiões Norte e do Vale do Jequitinhonha. A visita, realizada na segunda-feira (29/8/11), na Sedru, teve o objetivo de entregar ao secretário o relatório da "Caravana do Jequitinhonha",
realizada pela comissão em maio deste ano.

Segundo o presidente da comissão, deputado André
Quintão (PT), a caravana registrou as precárias condições
de vida das comunidades rurais com menos de
200 habitantes, que estão excluídas do sistema
de abastecimento de água da Copanor, a subsidiária
da Copasa criada para atender o semiárido mineiro.
Deputado Estadual André Quintão na Caravana da Água
que percorreu várias comunidades rurais de Araçuaí,
Virgem da Lapa e Berilo, no Médio Jequitinhonha, no
nordeste de Minas.
De acordo com o parlamentar, os locais visitados estão
sem água até mesmo para higiene, alimentação e
consumo. "Viemos cobrar providências e agilidade por
parte do Poder Executivo. O anúncio do secretário é
uma ótima notícia, mas temos que acompanhar as
ações práticas para que estas pessoas sejam
atendidas", ponderou.
O deputado Luiz Henrique (PSDB), que também participou
da visita, mostrou-se satisfeito com o resultado do
encontro. Para ele, é preciso que se reconheça o esforço
do Governo do Estado no atendimento às necessidades
do semiárido mineiro. "O 'Vida no Vale' é um grande
projeto, mas ainda precisa ser melhorado, especialmente
no que se refere às comunidades de até 200
habitantes. Esperamos que isso aconteça o quanto
antes", disse.
A captação de água de chuva tem sido uma das
tecnologias adotadas para as famílias de pequenas
comunidades ruais do Vale do Jequitinhonha.
Compromisso - O secretário Bilac Pinto destacou a
iniciativa da comissão com o projeto "Caravana
do Jequitinhonha". De acordo com ele, o Poder
Executivo reconhece as reivindicações das regiões
desabastecidas. "Temos um projeto que está
sendo desenvolvido com a União, para que seja traçado
um diagnóstico das condições de água, esgoto e
resíduos sólidos das regiões Norte e do Jequitinhonha,
que irá atender as necessidades destas comunidades",
disse.

Dilma e seu mapa de tensões

Dilma e seu mapa de tensões A Folha de S. Paulo desta segunda-feira publica o mapa da crise política de Dilma Rousseff. Trata-se da liberação das emendas parlamentares (Câmara Federal). Até agora, Dilmva liberou 242 milhões de emendas individuais. Deste total, o PT foi responsável por 22%; PMDB com 18,3%; PSB com 10,5%. Até aí, três partidos da base aliada de Dilma, com representação proporcional. O problema começa a partir daí.
O PDT ficou atrás do DEM!
DEM ficou com 7,9% dos recursos liberados e PDT com 5,5%!!!
Em seguida, PSDB (5,5%), PP (outro aliado, com 5,1%), PR (4,9%) e PTB (4,4%). PP e PR estão em pé de guerra. O PTB só não esperneia porque fechou um pacote de alianças para 2012.
Falta política na agenda dilmista.

Análise do Rudá Ricci, em seu Blog

Programas sociais e desenvolvimento no Jequitinhonha

Programas sociais e desenvolvimento no Jequitinhonha
Autores: Eduardo Ribeiro, Eduardo Ayres e Flávia Galizoni.
Publicado no Boletim da UFMG, com dica do Blog Micuim.
Na última década, muitos programas sociais foram levados a regiões rurais mineiras: Bolsa-Família, Territórios, Minas Sem Fome e Leite Pela Vida. Ao mesmo tempo cresceu a atuação dos sindicatos de trabalhadores rurais e as aposentadorias se disseminaram. O Jequitinhonha recebeu parte desses recursos, que provocaram mudanças na região. A alimentação das crianças, os dentes dos adultos e a saúde da mulher passaram a receber mais cuidados. Aumentou o conforto das famílias rurais e mudaram os estilos de consumo.

O problema é que essas mudanças demoram a aparecer nas estatísticas macroeconômicas, principalmente porque se trata de população que vive da produção para autoconsumo, de direitos sociais e de trabalho temporário em outras regiões. Mas alguns estudos recentes e o Censo Agropecuário revelam bons resultados que essas iniciativas já produziram no Jequitinhonha.

Duas delas têm abrangência maior: aposentadorias e Bolsa-Família. Pesquisa do Projeto CNPq/MDA/ICA/UFMG na região revelou que três em cada quatro famílias rurais recebem o Bolsa-Família e que em quatro de cada 10 famílias existe pelo menos um aposentado. Esse número elevado de benefícios cria um fluxo contínuo de renda em dinheiro para famílias com acesso à terra. Muitas vezes o acesso é precário, mas geralmente assegura área mínima para produzir: 70% dessas famílias plantam para autoconsumo e 30% delas para autoconsumo e vendas. A combinação de renda em dinheiro com autoconsumo garante a alimentação e protege o patrimônio acumulado na labuta de lavoura e migração, que não será desfeito às pressas nos anos de seca.

Outra pesquisa do CNPq/ICA/UFMG na região revelou que a população rural que possui terras e é beneficiada por programas públicos consome alimentos de sua lavoura, trocados ou comprados nas feiras das cidades. Fazem em média quatro refeições diárias, classificadas por 88% das famílias como ótimas ou boas; 10% delas as consideram regulares e 2% as avaliam como ruins ou péssimas.

Programas sociais distribuem recursos principalmente para mulheres e idosos, que os gastam privilegiando a segurança alimentar, associado com o produto sem veneno vindo da roça. Por isso, os programas sociais fortaleceram mercados locais e a soberania alimentar, como revelou pesquisa da Universidade Federal de Lavras (Ufla): as feiras livres abastecem 28% da população do Jequitinhonha. O Censo Agropecuário de 2006 apontou que feiras absorvem grande parte da produção de maior valor agregado: 47% da farinha de mandioca, 48% da rapadura, 82% da farinha de milho e 61% do queijo e requeijão.

Também foram criados programas de apoio à agricultura familiar – Territórios Rurais, Aquisição de Alimentos e Minas Sem Fome – que facilitaram a entrada nos mercados e estimularam produção, beneficiamento, oferta e consumo local, “fechando” circuitos virtuosos de pequenos negócios. O programa Leite Pela Vida, por exemplo, compra leite de pequenos produtores da região com recursos federais e estaduais para distribuí-lo entre grupos fragilizados.

A combinação de programas aumentou o bem-estar e o consumo de bens duráveis na região. Dados comparados de 2000 e 2010 (CNPq/MDA) revelam que 95% das famílias rurais passaram a contar com energia elétrica, 82% com água e 64% com banheiro em casa. Esses indicadores cresceram em média 50% na década, mas em municípios como Francisco Badaró e Chapada do Norte a evolução ultrapassou 100%. Essa melhoria de qualidade de vida se deve também aos programas de convívio com o semiárido, que, em uma década, viabilizaram a construção de 300 mil caixas rurais de captação de água de chuva.

A pesquisa CNPq/MDA mostrou que existem fogões a gás e geladeiras em 80% dos domicílios rurais; automóveis em 15%; motocicletas em 50%. Em todas as cidades do Jequitinhonha existem lojas de eletrodomésticos; Lufa, distrito de Novo Cruzeiro, conta com 200 habitantes e duas dessas lojas; Vendinhas, povoado de Capelinha, tem revenda de computadores e casa digital.

As novidades não surgiram somente porque os governos investiram, e sim porque investiram com inteligência: conceberam programas na escala da família, da terra, dos circuitos locais de trocas, fortalecendo a agricultura tradicional. Ocorreu articulação entre estímulos à produção e ao consumo locais no apoio à pecuária, às feiras livres, à captação de água de chuva, à compra direta. Houve continuidade nos fluxos, objetivos e métodos dos programas e, por fim, uma sintonia, fina e republicana, entre os governos Lula e Aécio Neves.

Mas essas melhorias não se devem apenas à ação pública. A direção da maioria dos programas é partilhada entre governo e sindicatos, ONGs e agências religiosas, que adaptaram as iniciativas à realidade rural. Esse é o aspecto positivo.

Mas também há notas tristes na história. Uma: a incapacidade da maioria das prefeituras de se apropriar dessas novidades e criar programas. Outra: a insistência de órgãos públicos em manter programas “seus”, mesmo quando existem outros, bem-sucedidos, na mesma área e local. O Território da Cidadania seria uma boa ideia para resolver isso, se não fosse apenas uma boa ideia.

Resta saber se os avanços se sustentarão caso ocorram cortes de despesas e desaceleração da economia. Existem indicações de que não, pois as melhorias se apoiam em parte no gasto público e no emprego urbano para jovens migrantes. Mas existem indicações de que sim, entre elas a habilidade que as agências locais adquiriram para formular programas e a extraordinária capacidade demonstrada pelos camponeses de criar oportunidades a partir de recursos poupados nas conjunturas favoráveis .

Postado por Fernando Gripp, no Passadiço VirtualOs autores são professores da UFMG. Eduardo Magalhães e Flávia Galizone atuam no Campus de Montes Claros e desenvolvem pesquisas no Vale do Jequitinhonha e Norte de Minas.

Cursos promovidos pelo SENAR vão capacitar 200 pessoas no Vale

Cursos promovidos pelo SENAR vão capacitar 200 pessoas no Vale
Entre os dias 29 de agosto e 3 de setembro o SENAR MINAS vai realizar cursos que capacitarão 202 pessoas no Vale do Jequitinhonha, nas cidades de Araçuaí, Cachoeira do Pajeú, Caraí, Felisburgo, Itaipé, Itamarandiba, Jenipapo de Minas, Rubim, Santo Antônio do Jacinto, São Gonçalo do Rio Preto e Turmalina.

Serão realizados cursos de saúde, artesanato, tecelagem, piscicultura - atividade que está se consolidando na região -, mecânica, com operação, manutenção e regulagem de máquinas.

Os cursos são programados a partir das necessidades e características de cada uma das cidades. Um exemplo disso foi a solicitação feita pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Itamarandiba que vai promover cursos sobre operação de máquinas agrícolas como roçadoras e tratores, destinados aos trabalhadores que atuam nas propriedades rurais do município.
Itamarandiba receberá ainda o curso de Piscicultura; mesmo curso que vai ser realizado em São Gonçalo do Rio Preto numa promoção da Federação das Associações Comerciais da cidade.

Em Caraí, acontecem dois eventos promovidos pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Novo Cruzeiro: o curso de Saúde na Infância e Adolescência e o outro de Artesanato em Argila e Congêneres.


Em Araçuaí, o Sindicato dos Produtores Rurais também promoverá curso de Artesanato, porém, de materiais recicláveis como fibra de cana-de-açúcar, bananeira, café, entre outras.

Em Jenipapo de Minas, o curso será de Produção de Derivados de Leite, uma promoção da Associação dos Pequenos Produtores Rurais Independentes de Berilo.

Os Sindicatos dos Produtores Rurais de Felisburgo e Rubim realizam cursos de Bovinocultura de Leite e Tecelagem (Tear) respectivamente.

Santo Antônio do Jacinto recebe o curso de Operação e Manutenção de Tratores Agrícolas, uma promoção do Sindicato dos Produtores Rurais.

Saúde
Os cursos de Saúde Reprodutiva e Saúde Bucal serão ministrados em Cachoeira do Pajeú, Itaipé e Turmalina. Na primeira, o curso de Saúde Bucal terá promoção do Sindicato dos Produtores Rurais de Pedra Azul. Em Itaipé, o Sindicato dos Produtores Rurais de Novo Cruzeiro realiza em parceriacom o SENAR MINAS o curso de Saúde Reprodutiva, mesmo curso promovido pelo Clube do Galope, em Turmalina.

Por Diego Souza, de Araçuaí - Senar Minas , via Blog do Jequi

A política tem jeito!

A política tem jeito!
Por Alexandre Macedo

As eleições municipais estão próximas e é cada vez maior o número de pessoas desacreditadas na eficácia desse processo. A maioria dos eleitores estão associando a política com algo "sujo", coisa de gente "que não tem o que fazer", "todos são corruptos", etc.

Saibam que é dessa forma que os "velhos macacos" da política jequitinhonhense querem que o eleitor pense. Assim, as pessoas de bem não participarão da política e o "osso" mais uma vez fica pra eles. A mídia mostra, para nós cidadãos, uma imagem de uma política "deturpada" para que assim as pessoas de bem não queiram participar dela para transformá-la!

Diz um ditado: "A audácia dos maus se alimentam da covardia dos bons". É bem isso que acontece! Enquanto os bons pensarem que a política é para corruptos, cada dia mais o nosso país verá aumentar o número de escândalos envolvendo nosso dinheiro público. O que parece, é que a corrupção virou algo normal e corriqueiro.

As pessoas veem as notícias no rádio, no jornal, na internet e outros e já não mais se importam. Pensam: Isto é normal, normal, normal... Pois é, este "normal" que impede o nosso país de se desenvolver! A corrupção deveria ser algo intolerável assim como qualquer outro crime grave. A corrupção é a causa da demora do atendimento no SUS, é a causa do sucateamento das Universidades Públicas, é a causa da nossa péssima educação, é um dos principais fatores da desigualdade social, etc. Caberia aqui uma lista interminável de desgraças ocasionadas pela corrupção. A corrupção causa pobreza, minha gente! Dinheiro que era pra ser investido no bem estar de muitos vai pro bolso de uma pequena corja.

Para impedir tal crime, nós cidadãos, temos várias armas democráticas que são muito eficazes no combate ao desvio do dinheiro público. Temos a internet, as conferências, os conselhos e também lembrando, que qualquer cidadão tem o direito de ir até qualquer instituição pública e exigir a prestação de contas, assim como garante nossa Constituição. Ações assim contribuirão para consolidar a transparência nos nossos municípios, sem transparência no Orçamento Público é impossível falarmos em democracia.

Por essas e outras questões, nas próximas eleições, não nos deixemos enganar com vãs falácias e promessas de infinitas obras. O Político, aquele com "P" maiúsculo, é aquele que se preocupa com a democracia, que quer chegar ao poder para assegurar que tal poder seja devidamente do povo, assim como reza nossa Constituição Federal. Político de verdade fala em Transparência, fala em Orçamento Participativo, fala em Audiência Pública, fala em plebiscito e em todas as outras ferramentas que garantem a verdadeira democracia. Político que é POLÍTICO é aquele que vai aonde se encontra o povo, que busca a opinião da maioria, que constrói suas bases políticas com o povo.

Já estamos cansados da mesma "ladainha" de sempre. Que venham novos discursos, que cesse esse bate-boca infindável entre candidatos. Fazem da política uma "rinha" de palhaços onde ganha o voto aquela que provocar mais risadas na platéia. Política é coisa séria! É ela que decide o nosso destino, é ela quem vai gerir nossa saúde, educação, lazer, habitação e outras políticas responsáveis pelo nosso bem-estar!

Que em 2012, as coisas sejam diferentes, esta é a nossa principal esperança. Acreditar num "salvador da pátria'? Jamais! Ninguém mudará nada sozinho, mas sim num constante trabalho de construção coletiva com o povo, isso sim é democracia, isso sim é a POLÍTICA!

Clique no endereço abaixo, onde reproduzimos um vídeo onde o cidadão pode obter dicas preciosas de como participar ativamente da gestão da cidade e ter a certeza que a nossa política ainda tem jeito, mas que a solução, disso não podemos nos esquecer, depende da nossa participação.
politica-tem-jeito
Alexandre Macedo é estudante de Serviço Social na PUC-PR e membro do Movimento Muda Capelinha.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Pedra Azul: Mobilização contra a dengue distribui 1.200 litros de leite

Pedra Azul: Mobilização contra a dengue distribui 1.200 litros de leiteA Gerência Regional de Saúde (GRS) de Pedra Azul, em parceria com as Secretarias Municipal de Saúde e de Educação de Pedra Azul, da Empresa Nacional de Grafite e do Supermercado Estrela do Vale, realizou nos dias 24 e 25 de agosto, mais uma ampla mobilização de combate à dengue com o objetivo de chamar a atenção da população sobre o seu papel na luta contra o mosquito.

Para o evento, a Secretaria de Estado de Saúde disponibilizou 1.200 litros de leites para a região com o objetivo de incentivar a população dos bairros com índices mais elevados de casos de dengue a reduzir o número de reservatórios do mosquito. Como forma de troca, cada pneu ou cinco latinhas ou garrafas pets foram trocados por um litro de leite.A autoridade sanitária e referência técnica da GRS Pedra Azul, Zeilzia Silva, destacou que a mobilização envolveu uma grande quantidade de pessoas. “O evento não se resumiu a uma troca de criadouros do vetor por um litro de leite. Foram repassadas informações imprescindíveis sobre educação em saúde e buscamos parceiras importantes do comércio local.

O nosso esforço é no sentido de buscar a participação de diversos segmentos sociais para que participem da luta contra a dengue”.Moradora do Plataforma, um dos bairros com maior índice de casos de dengue no município, Noelia Souza, reclama que tem feito sua parte na luta contra o Aedes Aegypti, porém, mais pessoas precisam ser mobilizadas para que o mosquito não encontre mais locais para reproduzir seus ovos. "Não adianta nada a gente fazer a nossa parte, já que somos preocupados com a causa, se aqueles que estão com os quintais sujos não forem sensibilizados.

É preciso conscientizar as pessoas de Pedra Azul que nós também temos deveres".O diretor da GRS Pedra Azul, Gregory Fortunato, lembrou que os profissionais da Regional de Saúde têm dado o suporte necessário para que os municípios realizem suas ações contra a dengue e de que, nesse ano, Pedra Azul e Santo Antônio do Jacinto foram, inclusive, reconhecidos pelo Colegiado de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) como um dos municípios com as melhores experiências de combate à dengue em todo o estado.

Segundo o Coordenador de Vigilância em Saúde de Pedra Azul, Glaubert Souza, as ações realizadas no município têm possibilitado uma organização da sociedade civil no processo de replicação da educação em saúde. “Temos orientado a população para que faça parte dessa tropa de elite do SUS no combate à dengue. Penso que ações como essas no nosso município provocam substancialmente uma rachadura nesse paradigma cultural e social de acomodação e estagnação da nossa sociedade”.
Fonte: Diário do Jequi

Medina: Mulher é assassinada na presença dos quatro filhos


Medina: Mulher é assassinada na presença dos seus filhos A dona de casa Adriana Ferreira de Oliveira foi encontrada morta em sua residência, situada na rua Teodoro Vilela, no bairro Santa Maura, na cidade de Medina, Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas. Segundo os peritos do IML ela apresentava perfurações pelo corpo. A vítima foi encontrada por Geraldo Pereira dos Santos.

Segundo a Polícia Militar, uma testemunha relatou ter ouvido três disparos de arma de fogo nas imediações da casa. Adriana tinha uma perfuração na testa, lado direito, duas nas costas e uma no peito, estas últimas no lado esquerdo.

A vítima é mãe de quatro crianças com idade de um a sete anos. Os filhos estavam na casa quando o crime aconteceu. A filha de cinco anos contou à polícia que dois homens invadiram a casa e atiraram em sua mãe. A menina relatou que os homens são conhecidos por “Du” e “Jardel”. A primogênita da casa disse que estava no banho e que nada presenciou.
Rastreamentos continuam no intuito de localizar e prender os autores. A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o caso.
Onde fica Medina
Medina situa-se na região do Médio Jequitinhonha, no nordeste de Minas. A cidade é cortada pelo rio São Pedro. pequeno rio que abastece a cidade e desagua no Rio Jequitinhonha. A cidade é abastecida pela Barragem Ribeirão
Cidades vizinhas: Cachoeira de Pajeú, Santa Cruz de Salinas, Comercinho, Itinga, Itaobim, Jequitinhonha e Pedra Azul.

Fonte: Portal Aranãs, de Capelinha

Copa Aranãs tem mudanças após saída de Minas Novas e Setubinha

Copa Aranãs 2011 tem mudanças após saída de Minas Novas e Setubinha Após a tabela de jogos estar praticamente definida com a participação de 16 equipes, a organização foi surpreendida com a desistência de Minas Novas e Setubinha. De acordo com informações de dirigentes das equipes, a saída de Minas Novas teria sido motivada por desentendimentos internos para definição da equipe só com atletas da cidade ou com reforços de fora, inclusive tendo pago a taxa de inscrição.
Já Setubinha alegou não ter condições de participar também por questões internas e que alguns jogadores locais estariam desanimados pela falta de reforços.
Com 16 equipes, a Copa teria quatro grupos com quatro times em cada, classificando-se duas equipes em cada chave para a segunda fase. Porém, com a saída das duas equipes, a competição passa a ter 14 times e, por isso, a organização teve que fazer mudanças na formação dos grupos. Outra alteração será com relação à partida de abertura prevista para o feriado de 7 de setembro. Inicialmente o jogo seria entre Capivari e Setubinha, porém com a saída de Setubinha, a partida de abertura será entre Capivari e Nova Pátria de Angelândia. O complemento dos jogos da primeira rodada será nos dias 10 e 11 de setembro.
Com a confirmação de 14 equipes, a Copa passará a ser disputada com três grupos, sendo um grupo com quatro times e dois grupos com 5 times em cada. Na primeira fase classificarão oito equipes, sendo duas equipes do grupo com 4 times e três equipes de cada grupo com 5 times.

A redefinição dos times de Capelinha em cada grupo será feita, nesta segunda-feira, dia 29 de agosto, no prédio da Aranãs FM, podendo ser usados dois critérios: acordo entre as equipes ou através de novos sorteios com a participação de representantes dos times capelinhenses: Aranãs, Capivari, Cometa, Independente e Vila Nova.
Após essa redefinição dos times de Capelinha nos grupos, a organização da Copa cuidará da elaboração da nova tabela definitiva, porém mantendo o jogo de abertura no dia 7 de setembro e o complemento da primeira rodada nos dias 10 e 11 de setembro.
GRUPOS DA COPA ARANÃS FM 2011:
Grupo A

São Pedro do Suaçuí

Água Boa
Independente - Capelinha ??
Vila Nova - Capelinha ??
Grupo B
CFC de Carbonita
Aricanduva
Aranãs - Capelinha
Berilo Esporte Clube
Itamarandiba
Grupo C
Juventus - Novo Cruzeiro
Atalanta -Malacacheta
Nova Pátria -Angelândia

Capivari - Capelinha??
Cometa - Capelinha ??


REGULAMENTO DA COPA 2011
PRIMEIRA FASE:
No Grupo A com 4 times, classificam-se os 2 primeiros colocados.
Nos Grupos B e C com 5 times em cada, classificam-se os 3 primeiros colocados de cada grupo.
SEGUNDA FASE:
1º colocado do Grupo A X 3º colocado do Grupo C (Jogo 1)
1º colocado do Grupo B X 2º colocado do Grupo A (Jogo 2)
1º colocado do Grupo C X 3º colocado do Grupo B (Jogo 3)
2º colocado do Grupo B X 2º colocado do Grupo C (Jogo 4)
TERCEIRA FASE (SEMI-FINAL):
Vendedor do Jogo 1 X Vencedor do Jogo 3 (Jogo 5)
Vencedor do Jogo 2 X Vencedor do Jogo 4 (Jogo 6)
QUARTA FASE (FINAL):
Vencedor do Jogo 5 X Vencedor do Jogo 6


OBSERVAÇÕES:
01- Na Segunda Fase os times classificados em primeiro lugar nos Grupos A, B e C jogarão por dois resultados iguais e farão o segundo jogo em casa. No confronto entre os 2º colocados dos Grupos B e C, o time melhor colocado nos critérios do Regulamento da Copa jogará por dois resultados iguais e fará o segundo jogo em
Casa.
02- Na Terceira Fase (Semi-Final) os dois times melhores colocados na Segunda Fase . Jogarão por dois resultados iguais e farão o segundo jogo em casa.
03- Na Quarta Fase (Final) o time melhor colocado na Terceira Fase jogará por dois resultados iguais e fará o segundo jogo em casa.

Jogos definidos da primeira rodada:
Dia 07/09 (quarta, 16:00 h., Capelinha): CAPIVARI X NOVA PÁTRIA
Dia 10/09 (sábado), 20:30 h.) ARANÃS X ARICANDUVA
Dia 11(domingo, 16:00): SÃO PEDRO DO SUAÇUÍ X ÁGUA BOA
INDEPENDENTE X VILA NOVA ???
CFC CARBONITA X ITAMARANDIBA
ATALANTA (MAL) X COMETA (CAP) ???

DENOMINAÇÃO DOS TROFÉUS DA COPA 2011
Desde 2010, a organização da Copa passou a homenagear ex-craques e desportistas capelinhenses com a denominação de troféus. Conheça os homenageados deste ano:
Melhor Jogador: Troféu Lado Cavalim
Jogador Revelação: Troféu Nerrô Batista
Artilheiro: Troféu Pedro Coelho
Goleiro Menos Vazado:Troféu Samuel Cordeiro
Melhor Técnico: Troféu Magela Justus
Time Mais Disciplinado: Troféu Guingo Coelho
Melhor Trio de Arbitragem: Troféu Helvécio Meira

Reunião confirma Aricanduva na Copa com apoio do Prefeito
A equipe de Aricanduva vem motivada para a Copa Aranãs FM 2011. Na última sexta-feira, dia 26, aconteceu uma reunião na sede do CRAS, no bairro Alvorada, com a participação do prefeito Orlando Cordeiro, dos assessores Tião, Gil e Renato, de vários atletas e desportistas locais, além de Tico Neves, Rogério Chaves, J Reis e Devanir Dias, representando a organização do evento.


Durante a reunião houve apresentação sobre a história da Copa e o prefeito Orlando Cordeiro manifestou seu apoio para a participação de Aricanduva em mais uma edição da competição regional.

Também ficou acertado que o time de Aricanduva só contará com atletas da própria cidade. Pela tabela provisória da Copa, Aricanduva fará sua estreia no dia 10 de setembro, sábado, às 8 e meia da noite, no Estádio Newton Ribeiro, contra o Aranãs de Capelinha.
Por Aldair Gomes, Aranãs FM


Edital para concurso do INSS sai até o final de setembro

Edital para concurso do INSS sai até o final de setembro

São 2000 vagas para Técnico Social e 500 para Médico perito
O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, divulgou a definição de oferta de 2.500 vagas para o próximo concurso do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Deste número, 2.000 vagas são destinadas ao cargo de técnico do seguro social e 500 para médico perito, ampliado por meio da Lei 12.406/11, sancionada pela presidente Dilma Rousseff.

“Está chegando a hora. É necessária a contratação de pessoal no INSS porque muitas das instalações geradas pelo plano de expansão estão vazias e até mesmo preciso para melhorar o atendimento. Mas ainda não temos como precisar quando, pois é necessária a autorização publicada no Diário Oficial. A sugestão é olhar para o último edital e estar garantido perante estas matérias”, afirma Paulo Estrella, diretor pedagógico da Academia do Concurso.

A oferta foi elaborada juntamente com o Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e divulgada no twitter. O edital deve ser publicado até o final deste mês. Os candidatos interessados devem aguardar a autorização no Diário Oficial, o que poderá ocorrer ainda esta semana, de acordo com a assessoria de imprensa do ministro. Somente após esta etapa, será escolhida a banca examinadora do certame.

Os cargos serão de técnico, que requer nível médio, têm remuneração de R$ 2.980,00, e para médico perito, que requer nível superior em medicina e inscrição no Conselho Regional de classe, com remuneração de R$ 4.149,89.

O último concurso, realizado em 2008, exigiu dos candidatos a Técnico do seguro social conhecimentos em ética do serviço público, Regime Jurídico Único (Lei 8.112/90), noções da conjuntura e estrutura da Previdência, raciocínio lógico, informática, matemática, atualidades além de conhecimentos complementares e específicos.

Fabiano Rapozo, analista do INSS aprovado em primeiro lugar no último concurso e professor de matemática da rede estadual de ensino, dá algumas dicas: “Aprender a estudar é a primeira coisa que o candidato tem que fazer. Deve preparar um planejamento, traçando um roteiro das disciplinas a estudar. Não pode apenas planejar, tem que cumprir o planejamento a que se propõe. Para que o estudo renda, é preciso que haja condições favoráveis para isso, ou seja, evitar situações que possam interromper os estudos. Caso haja dificuldades na sua residência, vale a pena buscar uma biblioteca ou qualquer outro espaço que proporcione o mínimo de conforto e tranquilidade”.

A professora Adriana Menezes, do Instituto IOB, dá dicas de preparação para a disciplina de previdenciário. "O candidato deve ter a legislação, a constituição federal dos art. 194 ao 204, as leis 8.213/91 e 8.212/91 atualizadas, além do Decreto 3048/99 atualizado. O Cespe trabalha com situações hipotéticas de aplicação da legislação a casos específicos e também envolvendo a posição atualizada do STJ, e do STF acerca do tema das questões previdenciárias. O aluno tem que está afinado com a jurisprudência. Para isso é importante o candidato tem conhecimento das súmulas editadas por esses tribunais e conhecimento dos últimos informativos", ensina.

De acordo com Adriana, "o aluno tem que ser prático no seu estudo e sintetizar porque esse é o concurso em nível médio mais esperado dos últimos tempos". Ela acredita que será um concurso muito concorrido com uma tendência de nível do candidato muito alto.

"O candidato tem que se dedicar de corpo e alma e ter calma, pois conhecimento se adquire estudando". A professora diz que direito previdenciário é uma disciplina que tem peso dois, entretanto o candidato não deve esquecer o restante do conteúdo.

"Não basta ele se dedicar a apenas uma matéria,;embora direito previdenciário seja o carro-chefe, só ele não faz o aluno passar, o candidato tem que estudar todo o conteúdo", conclui.
Fonte : Jornal Do Brasil

Cruzeiro vence e deixa o Atlético em situação ainda pior


Cruzeiro vence e deixa o Atlético em situação ainda pior
Com dois gols de Montillo, vitória de 2 a 1 na Arena teve gol da vitória no fim, com falha de Renan
Thiago de Castro - Superesportes
Argentino brilhou no clássico e foi decisivo para a Raposa vencer e subir na classificação
Faltava uma atuação de gala para Montillo contra o Atlético. Ela aconteceu neste domingo, na Arena do Jacaré. O camisa 10 marcou duas vezes – uma com direito a falha de Renan Ribeiro. Foi a primeira vitória do argentino contra o rival, que agora fica em situação ainda mais complicada no Campeonato Brasileiro. Fillipe Soutto foi o autor do gol alvinegro e o placar foi de 2 a 1.

O Atlético segue com 15 pontos e na penúltima posição. O Cruzeiro voltou para a parte de cima da tabela e agora é o 7º lugar, com 27 pontos. Na próxima rodada, o Galo visita o Atlético-PR na quarta-feira, às 20h30. No mesmo dia e horário, a Raposa recebe o Figueirense.

Início de jogo com vantagem celeste
Logo aos dois minutos, o Atlético animou a sua torcida com uma jogada pela esquerda. Eron cruzou rasteiro e Guilherme finalizou de primeira. A bola foi para fora. A resposta veio cinco minutos depois com Wellington Paulista. O camisa 9 da Raposa chutou de fora da área mas também não deu trabalho.

Os dois times buscavam o gol, que chegou aos 12 minutos com Montillo. O meia penetrou na área adversária e recebeu ótimo passe em profundidade de Wellington Paulista. A posição era duvidosa, mas o camisa 10 bateu toda a defesa alvinegra, incluindo o goleiro Renan Ribeiro, em velocidade, e abriu o placar. A comemoração foi inovadora. No lugar da tradicional cavalgada, o armador tirou a sua chuteira e usou como microfone para uma dança. Montillo comemorou gol usando a chuteira como microfone

Dois minutos depois do gol celeste, o Galo teve grande oportunidade para chegar ao empate. Serginho chegou na linha de fundo e fez bom cruzamento por baixo. Ninguém conseguiu desviar. O Cruzeiro também fez boa jogada pela direita com Anselmo Ramon, que finalizou aos 19 minutos mas Renan Ribeiro defendeu.

Alteração em campo e de postura
A partir dos 21 minutos, Wellington Paulista deixou o gramado machucado e Joel Santana escolheu Charles para substituí-lo, abrindo mão de um esquema mais agressivo e deixando opções como Sebá e Ortigoza no banco. O quadro da partida, que se mostrava de equilíbrio, foi ligeiramente modificado.

O Cruzeiro teve apenas uma oportunidade a partir da troca, com cabeceio de Montillo que Renan Ribeiro defendeu.

Contudo, a defesa celeste conseguiu se segurar, até porque o time alvinegro demonstrava pouca inspiração e poder de fogo, com a escalação de três volantes e apenas Caio na armação. Os melhores lances foram pela direita, com dois cabeceios de André, aos 25 e aos 43 minutos, que Fábio conseguiu defender.

Retorno com mais qualidade e empate
Para a segunda etapa, Cuca apostou na ofensividade para furar o bloqueio de Joel Santana. Daniel Carvalho e Neto Berola foram acionados nos lugares de Caio e Eron, respectivamente. Richarlyson foi para a lateral esquerda.

O Atlético continuou mais incisivo e agora demonstrava mais qualidade com as alterações. Aos 11 minutos, veio o empate. Fillipe Soutto acertou um chute longo no ângulo de Fábio, que nem pulou e ficou só no golpe de vista. Apesar de ter três volantes, o meio do Cruzeiro não pressionou o camisa 25 do Galo, que aproveitou.

Enquanto o Cruzeiro tentava voltar a incomodar a defesa alvinegra, o Atlético voltou a assustar aos 25 minutos. Depois de cruzamento da direita, André ajeitou de cabeça e Magno Alves acertou um chute certeiro, que estourou no zagueiro Naldo.

Montillo brilha e Raposa comemora
O ritmo do segundo tempo foi acelerado. Atlético e Cruzeiro mostravam determinação em buscar a vitória. Contudo, foram poucos lances de real perigo para as duas defesas.

Mas Montillo se consagrou na partida ao marcar o gol da vitória aos 42 minutos. Ele arriscou chute longo e conseguiu vencer Renan Ribeiro, que falhou no lance.

Atlético 1 x 2 Cruzeiro
Atlético - Renan Ribeiro; Serginho, Réver, Leonardo Silva e Eron (Neto Berola, intervalo); Pierre, Richarlyson, Fillipe Soutto e Caio (Daniel Carvalho, intervalo); Guilherme (Magno Alves, 17min do 2ºT) e André.
Técnico: Cuca

Cruzeiro - Fábio; Vitor, Naldo, Leo e Diego Renan (Gilberto, aos 44min do 1ºT); Fabrício, Marquinhos Paraná, Roger (Ortigoza, 27min do 2ºT) e Montillo; Anselmo Ramon e Wellington Paulista (Charles, 21min do 1ºT).
Técnico: Joel Santana

Motivo: 19ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 28/08/2011, às 18 horas
Gols: Montillo (CRU), aos 12min do 1ºT e aos 42min do 2ºT; Fillipe Soutto (ATL), aos 11min do 2ºT
Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes Filho (Fifa/SP)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Helbert Costa Andrade (MG)
Cartões amarelos: Serginho (ATL) e Naldo, Roger, Fabrício, Fábio e Montillo (CRU)
Cartão vermelho: Não houve
Pagantes: 16.720
Renda: R$ 85.640,00


Texto e fotos do Superesportes.

É a economia, estúpido!

É a economia, estúpido!
Matéria da Folha de S. Paulo de hoje revela a base "política" de Dilma: o desempenho da economia nordestina. Mais atrativo que qualquer problema moral na condução da gestão. A nota que nordestinos conferem ao governo Dilma é 9 ou 10 (a média no centro-sul é de 7,1).


Do Rudá Ricci, cientista político e professor da PUCMG,em seu Blog.

domingo, 28 de agosto de 2011

STF obriga municípios e estados a pagarem o piso salarial a professores

STF obriga municípios e estados a pagarem o piso salarial a professores
R$ 950 é o valor mínimo do salário do professor com Magistério de Ensino Médio Foi publicado no Diário da Justiça eletrônico do Supremo Tribunal Federal, na quarta-feira, 24.08, acórdão do julgamento da Corte na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4167, que considerou constitucional a norma que instituiu o piso nacional dos professores de ensino básico das escolas públicas brasileiras.

Pela decisão, são constitucionais os dispositivos da Lei 11.738/08 que fixam o piso salarial com base no vencimento, e não na remuneração global dos professores. Por maioria de votos, os ministros entenderam que a União tem competência para dispor sobre normas gerais relativas ao piso de vencimentos dos professores da educação básica “como forma de utilizá-lo como mecanismo de fomento ao sistema educacional e de valorização profissional, e não apenas como instrumento de proteção mínima ao trabalhador”.

O caput do artigo 2º da lei determina que o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica será de R$ 950,00 mensais para a formação em nível médio, na modalidade "Normal". O parágrafo 1º do artigo 2º, que foi declarado constitucional, determina que o “piso salarial profissional nacional é o valor abaixo do qual a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios não poderão fixar o vencimento inicial das carreiras do magistério público da educação básica, para a jornada de, no máximo, 40 horas semanais”.

O parágrafo 4º do artigo 2º da lei, por sua vez, determina que, na composição da jornada de trabalho do professor, é necessário observar o limite máximo de dois terços da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os educandos.
Confira aqui a publicação oficial: stf.piso.salarial.do.professor

Copa Aranãs: Minas Novas e São Pedro do Suaçuí desistem de participar

Copa Aranãs: Minas Novas e São Pedro do Suaçuí desistem de participar
O torneio terá três grupos com 14 equipes de 10 cidades

A Copa Aranãs, maior torneio de futebol do interior de Minas, formou novos grupos para a disputa da 1ª Fase. O primeiro jogo será dia 7 de setembro com o jogo do Capivari contra um adversário a ser definido, no Estádio Municipal de Capelinha, no Alto Jequitinhonha, nordeste de Minas. O final da Copa Aranâs é prevista para o dia 11 de dezembro.
Duas cidades desistiram de participar do torneio: Minas Novas e São Pedro do Suaçuaí. Com a desistência, jogadores minasnovenses foram assediados pelos outros partipantes. O craque Rafael foi contratado pelo forte Aranãs, campeão 5 vezes da Copa. Vinicinho acertou com o Berilo Esporte Clube.
Segundo Tico Neves, Coordenador Geral da Copa, foram formados 3 grupos, sendo o grupo 1 com 4 times. Os grupos 2 e 3 ficarão com 5 equipes. No Grupo 1 serão classificados 2 equipes para a próxima fase. Os outros dois grupos terão 3 classificados para a próxima fase.
Grupo da Morte
O Grupo 2 é considerado o “grupo da morte” com fortes equipes. O campeão 2011 pode sair daqui. O Aranãs contratou o Novo Cruzeiro, um time inteiro de Ipatinga. Foi reforçado com Rafael de Minas Novas e fala em contatar o Joãozinho, ex-Cruzeiro.
Berilo se movimenta e volta à Copa Aranãs após 10 anos da conquista do campeonato de 2001 e espera ter uma boa participação. Formou-se um time modesto devido aos poucos recursos obtidos.
Neste mesmo grupo, a cidade de Carbonita, vice-campeã 3 vezes, em 1998, 2002 e 2005, quer também ser campeã este ano. Itamarandiba resolveu unir toda a cidade em um só time para vencer a sua primeira Copa Aranãs. O time considerado mais fraco do Grupo 2 é a Seleção de Aricanduva.
Próximas fases
A partir da segunda fase, as disputas são na base do mata-mata. O time melhor classificado na fase anterior tem prioridade de realizar o segundo jogo, disputando em seu campo. Nesta fase, há 16 jogos entre 8 equipes. Os times jogam duas vezes: em casa e no campo do adversário. Quem obtiver mais pontos segue adiante e elimina seu oponente.

Na terceira fase, a semi-final, quatro times disputam dois jogos, para saber quem disputará a final. Os critérios são os mesmos da fase anterior.

A fase final, será no mês de dezembro, com jogos em casa e fora. O time de melhor classificação da primeira fase disputa a final no seu próprio campo.
Nova formação de grupos:
Grupo 1:
Cidade Equipe/Clube/Time
Capelinha - Vila Nova
Água Boa - Seleção de Água Boa
Angelândia - Nova Pátria
Capelinha - Independente
Grupo 2:
Cidade Equipe/Clube/Time
Berilo - Berilo Esporte Clube
Carbonita - Carbonita Futebol Clube
Itamarandiba - Seleção de Itamarandiba
Aricanduva - Seleção de Aricanduva
Capelinha - Aranãs
Grupo 3:
Cidade Equipe/Clube/Time
Novo Cruzeiro - Juventus
Setubinha - Seleção de Setubinha
Malacacheta - Atalanta
Capelinha - Capivari
Capelinha - Cometa

A tabela completa da Copa Aranãs será divulgada no dia 31 de agosto, conforme calendário da Comissão Organizadora.