segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Novo Cruzeiro é campeão da Copa Aranãs

Copa Aranãs
Novo Cruzeiro é campeão
Time goleia Turmalina por 4 x 0
Mostrando porque foi o melhor time da 10ª Copa Aranãs , o Novo Cruzeiro (foto ao lado) ganhou a final de Turmalina por 4 x 0, neste domingo, 29/11, em seu Estádio Municipal.
Com um futebol de encher os olhos, Novo Cruzeiro e Turmalina realizaram uma partida bem disputada com lances belos do melhor futebol da região do Vale do Jequitinhonha e Mucuri.

Primeiro tempo
Nos primeiros minutos de jogo havia uma pressão pra cima do Juiz em qualquer falta marcada.
Eram lances de gol nos dois lados. O goleiro Doinha, do Turmalina, parecia estar nervoso soltando duas bolas que pareciam fáceis de defender.
Novo Cruzeiro faz 1 x 0
O Novo Cruzeiro mais uma vez no ataque. Aos 12 minutos, da lateral esquerda a bola foi alçada na área, o goleiro Doinha socou. A bola bateu em um zagueiro e voltou. Hudson deu um carrinho e empurrou pras redes. Novo Cruzeiro 1 x 0.
A torcida local ficou empolgada e empurrou o time para o ataque. Todas as faltas no campo do Novo Cruzeiro eram batidas pelo goleiro Giuliano, que aproveitava a alta estatura de Zé Afonso e fazia o chuveirinho. Zé Afonso, invariavelmente, escorava para quem vinha atrás ou no outro lado da área.
Aos vinte minutos, Turmalina teve uma grande chance. Ediê , da direita, pingou na área. Robert ganhou de Zé Afonso, pelo alto, cabeceando o outro lado. A bola ia entrando, com o goleiro Giuliano batido. Dicas salvou em cima da linha.
Aos 22 minutos, Biano quase marca e aumenta para o Novo Cruzeiro, cabeceando no canto esquerdo de Doinha. A bola caiu em cima da rede.
Aos 24, Peleleu deu um forte chute da intermediária. Doinha espalmou para escanteio.
Quase Turmalina empata aos 28 minutos com cruzamento vindo da direita. A bola passou por toda a pequena área. Ediê chegou de carrinho, mas não alcançou a bola.
Aos 30 minutos, em uma falta perigosa cobrada por Mardoni a bola caiu em cima da rede com um grito de gol da torcida.
Aos 33, Tiago bate falta da direita. Giuliano segura firme.
Tiaguinho levou uma rasteira, na direita, de dois marcadores, a uma metro da grande área. Todo o banco do Turmalina levantou pedindo cartão. Com a falta batida a zaga afastou o perigo.
Aos 39, Eré faz falta dura em Tiaguinho que não gosta. No chão, Eré chuta Tiaguinho , sem bola. Jogadores do Turmalina pediram punição, mas o Juiz fez que nada viu.
Aos 41 minutos, quase Tiaguinho empata o jogo com uma cabeçada no canto esquerdo no chão. Giuliano voa e faz grande defesa.

Dois gols anulados em um minuto
Aos 46 minutos, falta cobrada do campo do Novo Cruzeiro, no alto, Zé Afonso sobe e marca. Juiz anulou, alegando falta de Zé Afonso.
Um minuto depois, Zé Afonso volta a marcar. Mais uma vez o gol foi anulado, devido a impedimento marcado. Lobão, técnico do novo Cruzeiro, quase foi à loucura.
O Juiz terminou o primeiro tempo, aos 48 minutos.
O trio de arbitragem foi cercado por Lobão e o Auxiliar Técnico Tim. Os dois proferiram palavrões e xingatórios diversos.
Segundo Tempo
Antes de iniciar o segundo tempo, o Juiz expulsou o Técnico Lobão e o Auxiliar Técnico Tim, ambos do Novo Cruzeiro. O jogo demorou a recomeçar devido às resistências deles em sair do banco de reservas.
O time do Turmalina (foto ao lado) voltou com Gabriel que entrou no lugar de Pelezinho.
O Novo Cruzeiro arrumou dois lances perigosos antes dos dois minutos. Em um Zé Afonso cruzou para a pequena área, Hudson mergulhou de cabeça. A bola bateu na zaga e saiu. Em outra bola pingada, muitos cabeceiam até a bola sobrar no chão para Hudson que não alcança.
Logo depois, Zé Afonso e Hudson fazem triangulação, tabelam, entram na área, mas juiz marca impedimento.
Novo Cruzeiro 2 x 0.
É campeão! a torcida grita.
Aos 5 minutos, a torcida voltou a explodir. Em falta do lado esquerdo, Ju Cabeça pinga na área, há um bate-rebate. Zé Afonso toca para o bico esquerdo da pequena área. Hudson fuzila a meta.
A torcida começa a gritar “é campeão!”.
Novo Cruzeiro 3 x 0
Dois minutos depois, aos 7, Peleleu marca depois de mais um bate-rebate na área do Turmalina. Todo o banco de reserva invaiu o campo, fazendo festa com Peleleu,Celinho, Rogerinho, Bruno e outros companheiros.
Os gritos de “é campeão!” aumentaram na torcida.
Aos 12 minutos, Tiago chuta de longe, em falta, querendo surpreender Giuliano que apenas observa a bola sair.
Aos 14 minutos, Escanteio para Turmalina. Giuliano sai socando a bola que ia para a cabeça de Robert.
Logo depois, Ju Cabeça bate falta com tiro violento, Doinha soca pra fora da área.
Aos 25 minutos, Zé Lucas entrou no lugar de Hudson, no Novo Cruzeiro. Dicinha substitui Biano, no Turmalina.
Em escanteio para Turmalina, Tiago bate pelo alto, Robert cabeceia para fora.
Aos 27 minutos, Gabriel sai costurando pela esquerda, dois zagueiros o cercam. Ele dribla os dois e cai na área com a bola sobrando para Giuliano. Grita e cobra a marcação do pênalti. O Juiz manda seguir.
Aos 32 minutos, Tiaguinho enfia na esquerda uma bola açucarada para Gabriel que emenda de primeira. Giuliano faz boa defesa.
Logo depois, Gabriel cruza da esquerda e Robert arremata. Giuliano defende de novo.
Aos 34 minutos, Bruno recebeu cartão amarelo por reclamação.

Zé Afonso faz 4 x 0 e comemora como um menino
Aos 38 minutos, Eré cruzou da direita, Zé Afonso matou no peito, tirando o zagueiro da jogada, e fuzilou o canto direito do gol de Doinha. Parecendo um menino, Zé Afonso, entusiasmado, festejou muito o seu gol, depois de participar dos três anteriores.
Quando o Juiz apitou o final da partida, aos 45 minutos, uma multidão invadiu o campo, com bandeiras, apitos, faixas de campeão e gritos de alegrias, abraçando os jogadores, abraçando todo mundo, pulando, cantando.
É campeão! Era o grito que mais se ouvia.
Sozinhos ou em grupos, o grito de “é campeão!” estava em todas as bocas e em todos os cantos.
A batucada que animou o time o jogo todo parecia multiplicar seus instrumentos.
Muitos choravam, riam à toa e com muitos motivos. Crianças acendiam chuvinhas com a cor azul, enrolavam-se em uma grande bandeira azul e branco.
A equipe da Rádio Aranãs, de Capelinha, organizadora da Copa, começou a organizar a entrega dos Troféus e medalhas, sob coordenação geral de Tico Neves, diretor da Rádio e da Copa Aranãs..

No início, receberam as medalhas os jogadores do Turmalina e Comissão Técnica..
Logo depois, as medalhas foram entregues a cada jogador campeão e à Comissão Técnica do Novo Cruzeiro.
Quando a taça de Campeão foi entregue ao Novo Cruzeiro, o Estádio veio abaixo com muitos gritos. Um pequeno trio elétrico apareceu para os jogadores subirem e passear pelas ruas de Novo Cruzeiro, mostrando o feito para todos os moradores.
Na Praça da antiga Estação da Ferrovia Bahia-Minas, uma multidão comemorou ao som de muito samba, axé, forró, arrocha e cerveja.

A festa durou a noite inteira, com foguetes aqui e ali, em toda a cidade, e o grito orgulhoso de “É campeão”.
Quem jogou
O time do Novo Cruzeiro jogou com Giuliano, Eré, Bruno, Dicas, Rogerinho, Ju Cabeça, Peleleu, Mardoni, Celinho, Hudson (Zé Lucas) e Zé Afonso. Técnico: Lobão.
O Turmalina jogou com Doinha, Ediê, Bilau, Paulo Almeida, Tiago, Ozéia, Robert Maia, Tiaguinho, Pelezinho (Gabriel), Biano(Dicinha) e Robert. Técnico: Titica.

Um comentário:

DANIELE disse...

heeeeeeeeeeeeeeeeeita novo cruzeiro bao sooooo eu amo nc

Postar um comentário