domingo, 15 de novembro de 2009

9ª Festa da Manga de Itaobim

9ª Festa da Manga de Itaobim
A festa ajuda a ampliar o comércio e agregar valor a fruta
Cerca de 300 agricultores de Itaobim, no Vale do Jequitinhonha, produzem a manga, fruta da estação, bastante consumida nesta época de fim de ano. No entanto, poucas pessoas sabem do potencial de produção desta fruta no município.
É que 90% dos fruticultores locais vendem a saca da manga ainda em flor para compradores de outros estados. O problema desta forma de comercialização é que não há como saber a origem da fruta, segundo a extensionista local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), Samantha Vertinez.
“Por isso que o nome de Itaobim é pouco divulgado neste mercado”, explica Vertinez ao falar da 9ª Festa da Manga, que teve início na sexta-feira (13), no município.
De acordo a técnica, a festa ajuda a ampliar o comércio e agregar valor a fruta, além de fortalecer o nome do município no mercado produtor da fruta.
O evento, que se estende até este domingo (15), tem o apoio da Emater-MG.
Cerca de 15 mil pessoas participam da Festa. A entrada é franca e a programação inclui atrações musicais, feira de produtos fabricados com a fruta, palestras e debates.
A feira abre todos os dias às 18 horas com a exposição e venda de derivados de manga como bolos, biscoitos, doces, bombons, cachaça e licor, além da fruta in natura e de peças do artesanato local.
Um estande da Emater-MG vai mostrar com fotos e vídeos, a produção de manga e as informações sobre a cultura.
A festa começa com uma palestra, sobre o histórico e a situação atual da produção de manga na região, às 16 horas, no salão paroquial, na rua Valter Oliveira, Centro.
Logo após, no mesmo local, haverá uma mesa redonda com o presidente da Emater-MG, o gerente regional da Emater-MG de Almenara, Geraldo Ricardo Neri, o coordenador regional da Emater-MG de Itaobim, Oswaldo Rezende, o prefeito do município, João Pereira dos Santos, e alguns produtores de manga. O debate vai versar sobre as possibilidades para ampliar a comercialização do produto e divulgar a produção do município nos outros estados do país.
Pratos típicos da manga
Neste domingo (15), às 20 horas, na Praça Afonso Martins, será realizado um concurso de pratos típicos da fruta com a premiação dos três primeiros colocados.
São quatro as categorias concorrentes: massas, como pães, bolos e roscas; salgados, com destaque para o frango caipira feito com molho de manga; doces e bebidas. Ao todo foram inscritos 31 pratos diferentes.
A banca que irá avaliar as iguarias é composta por nutricionistas, vigilantes sanitários, produtores e outras pessoas do município.
Na parte cultural, os visitantes podem aproveitar a micareta, programada para os três dias da festa, sempre às 22 horas. Na sexta-feira (13) quem se apresentou foi o grupo Calcinha Preta. No sábado (14), a dupla Chitãozinho e Xororó e no domingo (15), a banda Psirico e outras da região.

Homenagem
A maior produtora de manga de Itaobim, com produção média de 130 toneladas da fruta ao ano, Edilene Chaves, será homenageada durante a Festa da Manga. Há cinco anos, Edilene cultiva a fruta e é proprietária de dez hectares de mangueira. Cada hectare tem 230 pés de manga, das variedades tommy, aknnis, palmer e ubá. Além de comercializar a fruta na CeasaMinas, Edilene Chaves também vende para o estado do Espírito Santo.
Segundo ela, o preço da caixa de manga, com 30 quilos cada, é vendida entre R$ 5 e R$ 10. Edilene afirma que a Festa da Manga é importante para valorizar a cultura, gerar empregos no setor, e divulgar a região como produtora de manga.
“Precisamos mostrar o que o Vale do Jequitinhonha tem de bom. Muita gente pensa que é uma região de miséria, mas aqui tem muita fartura. Só precisamos especializar mais nas culturas, para ter um rendimento ainda melhor”, argumenta.
Proprietária da Fazenda Lagoa Alegre, na comunidade Lagoa Grande, em Itaobim, Edilene afirma que toca a produção com a ajuda de cinco funcionários fixos e cinco diaristas. “Na época da implantação da lavoura já empreguei 22 famílias rurais”, conta.
Com informações da Agência Minas

12 comentários:

bruna disse...

pq vc não coloca fotos da festa da manga !!!

bruna disse...

se vc puder me manda as fotos do jornal de Itaobim mas só as da festa da manga de 2009 !
pode ?
me der a respostas no endereço abaixo !
brunalaiane96@hotmail.com

SaMYr disse...

oioipessoal!!!
queria saber qm ira tocar na festa da manga esse anooooo
samyr_s13@hotmail.com
pdc
abrasssssss

AnaLúcia Almeida disse...

Olá, sou do Rio e gostaria si fosse possível que vc me mandasse tudo que vc tiver e saber sobre a história, pontos turísticos,fotos e informações de Itaobim.
espero resposta no e-mail abaixo
anaguiadeturismo@hotmai.com
Um abraço!!!!!!!!

Grazi disse...

queria saber quem vai tocar ai este ano na festa da manga???/ responda neste e-mail se puder tá...conterraneo...

gracionemartins@hotmail.com

SPY010 disse...

leonardo cavaleiros do forro eletrico e maissssssssssssssssssssssssssssssssssss + 2 bandas de nome nacional e ++++++++++++++++ bandas de apoio

lusiane disse...

Quais serão as banda de apoio?

Fabio Junior disse...

ess ano a festa da manga vai bombar e mais um vez quero ta colado pq é a melhor da região adoro itaobim e principalmente essa festa maravilhosa e me espere q estarei ai sem falta bjs beleza beleza !!!!!!!!!!!!!!

cauana disse...

gostaria de receber fotos da festa , pq eu nasci ai em minas e hoje moro em SP e to com vontade de curtir esta festa ai este ano brigado eaimoreira@hotmail.com

léia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
léia disse...

olá pessoal nasci em Itaobim mais aos 14 anos de idade vim morar em Brasilia DF e aqui estou há 13 anos,mais a minha terrinha não esqueço jamais..é a minha raiz..em novembro estarei ai..preciso saber a data exata da festa,pois não pretendo perder um só dia..rsrsr se possivél me envia por email? leia.ellocelular@bol.com.br

sobel disse...

Festa da manga de 2011 . estruta mega gigantessssssssssca. 02 paucos muito shou sem intervalo.

Postar um comentário