quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Cemig abre comportas das Usinas de Três Marias e Irapé

Cemig abre comportas das Usinas de Três Marias e Irapé Populações ribeirinhas do São Francisco e Jequitinhonha são alertadas sobre medidas de seguranças Abertura de comportas da Barragem de Irapé formou grandes cataratas de água que atraíram os moradores da região de Lelivéldia, Berilo, Grão Mogol, Virgem da Lapa e José Gonçalves de Minas. Devido ao excesso de chuvas, a Cemig abriu as comportas da Usina Hidrelétrica de Três Marias, que passou a liberar 1,6 mil metros cúbicos por segundo. Por isso, na tarde desta quarta-feira, o Rio São Francisco subiu 3,2 metros acima do seu nível normal em Pirapora, na Região Norte de Minas, onde foi orientada saída dos moradores de três ilhas (Coqueiros, Pimenta e Marambaia).

De acordo com o engenheiro André Cavallari, do setor de planejamento energético da Cemig, até a tarde desta quinta-feira, por conta da liberação de maior volume de água da Usina de Três Marias, o nível do Velho Chico deverá subir quatro metros acima do nível normal em Pirapora. Ele disse que desde o início da semana, a companhia, como medida preventiva, recomendou ao Corpo de Bombeiros para que fosse feita a retirada dos moradores das três ilhas que ficam localizadas próximas à área urbana da cidade.

O secretário de Infraestrutura do município, José Márcio Liguori, disse que vivem nas três ilhas cerca de 40 famílias e que, no final da tarde desta quarta-feira, praticamente todas elas já tinham sido removidas. “São pequenos produtores rurais que fazem plantações nas ilhas. Muitos deles têm casas em Pirapora. Outros foram levados para casas de parentes”, disse Liguori. ( Com informações do Estado de Minas).
Foto da Barragem de Irapé, no rio Jequitinhonha, entre Berilo e Grão Mogol

Barragem de Irapé forma "cataratas do Iguaçu"
Também devido ao excesso de chuva, a Cemig abriu as comportas da Usina Hidrelétrica de Irapé, no Rio Jequitinhonha, entre os municípios de Berilo e Grão Mogol, no Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas, onde o volume de água liberado passou para 600 m3 por segundo.
A abertura das comportas da Barragem de Irapé formou grandes cachoeiras que pareciam as "cataratas do Iguaçu" no sul do país. Vários moradores da região tem ido para o alto dos morros da comunidade de Coqueiros, no município de Berilo, para apreciar o grande "fenômeno das águas". A grande cachoeira virou atração turística para moradores de Lelivéldia, Berilo, Grão Mogol, José Gonçalves de Minas e Virgem da Lapa.
“Apesar de não haver previsão de aumento significativo no nível do Rio Jequitinhonha é preciso que a comunidade se mantenha em alerta”, informa Cemig. A companhia revelou ainda que devido ao aumento do nível do Jequitinhonha, foi interditada a ponte da localidade rural de Colatino, na Zona Rural de Coronel Murta. Na região da Fazenda do Alagadiço, também em Coronel Murta, a família de Sabino Silva, que sempre morou em uma grande ilha, foi avisada da abertura das compostas da Barragem.
Segundo a Polícia Militar, a CEMIG providenciou serviços de auto-falantes, volantes, nas cidades de Coronel Murta, povoado de Itira (Araçuaí), Itinga, Itaobim e outras povoações, avisando sobre as medidas de segurança que deveriam ser adotadas, principalmente das populações ribeirinhas. Fotos: Nilmar Eleutério, Cabo da PMMG, de Lelivéldia, município de Berilo.

Um comentário:

Zan disse...

Até o momento a população de Itinga não está sabendo de nada sobre essa abertura de comportas. A cemig não realizou o que está dizendo na reportagem.

Postar um comentário

Postar um comentário