sábado, 8 de março de 2014

Mulher do Vale, mulher de amor, de labor, de valor

Mulheres do Vale, quem são?
Quem é a mulher que Vale?São 500 mil ou mais, espalhadas por Diamantina, Itamarandiba, Capelinha, Minas Novas, Berilo, Araçuaí, Coronel Murta, Itaobim, Almenara,  Salto sem Divisa, Belmonte, Porto Seguro, preferindo um parto ou porto alegre. E tantos portos, de chegadas e partidas. 
São turmalinas, carminas, salinas, diamantinas, marias, rosas, esmeraldas, rubelitas, morganitas, pedras preciosas lapidadas pelo dia-a-dia da vida, margarida.
São parideiras, parteiras, amadeiras, conversadeiras, trabalhadeiras. Confidentes, silentes, solitárias, solidárias, amarguradas, libertadas. 
“Mulheres de Atenas”, mulheres apenas, sem penas. Alegres, cantadeiras, dançadeiras,  felizes.
Professoras, estudantes, lavradoras, servidoras públicas, artesãs, artistas, comerciárias, empreendedoras, da vida, animadoras, cuidadoras. 
Mães, avós, tias, irmãs, sobrinhas.
Menina, jovem, adulta, idosa. 

Da cor de jambo, roxinha, pretinha, algumas brancas, poucas. 
Todas, mulheres do Vale. Mulher do Vale, mulher de amor, de calor, de labor, de valor.
Mulher do Vale, mulher amorosa, valorosa, gostosa do viver.


2 comentários:

tania machado disse...

Lindo, demaaais!!!!
São merecedoras, dessa mensagem tão linda!
Parabéns a elas!!!!
Parabéns e a vc,também, pela iniciativa.

marilia jardim disse...

È muito lindo!

Postar um comentário