sexta-feira, 16 de maio de 2014

IMA identifica o Vale do Jequitinhonha como produtor de Queijo Artesanal Cabacinha

Reconhecimento veio com a publicação da Portaria nº 1403, no Diário Oficial, no último sábado (10/05). Objetivo é padronizar os processos, incentivar e legalizar a produção.

Municípios reconhecidos como produtores na Portaria: Pedra Azul, Medina, Cachoeira do Pajeú, Comercinho e Itaobim.


Foto: divulgaçãoIMA identifica o Vale do Jequitinhonha como produtor de Queijo Artesanal Cabacinha
O Cabacinha é do tipo muçarela, feito com massa cozida

 

O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) acaba de reconhecer, oficialmente, a Região do Vale do Jequitinhonha para produção do Queijo Artesanal Cabacinha, por meio da Portaria nº 1403, publicada no Diário Oficial, no dia 10 de maio de 2014.

O objetivo deste reconhecimento é padronizar os processos, incentivar e legalizar, medidas fundamentais para agregar valor e gerar renda.

Altino Rodrigues Neto, diretor-geral do IMA, afirma que o Queijo Artesanal Cabacinha possui uma importância econômica, cultural e social e é produzido há décadas no Vale do Jequitinhonha. “O objetivo é padronizar os processos, incentivar e legalizar, medidas fundamentais para agregar valor e gerar renda.

O Cabacinha é do tipo muçarela, feito com massa cozida. Após chegar ao ponto da muçarela é separado em porções, enrolado manualmente no formato de uma cabaça, amarrado em um das pontas com barbante e pendurado para secar e esfriar.

O processo de produção do Queijo Artesanal Cabacinha no Estado de Minas Gerais obedecerá às normas e condições mencionadas na Lei 20.549 de 18 de dezembro de 2012 e demais pertinentes.

A região do Vale do Jequitinhonha reconhecida pela Portaria como produtora de Queijo Artesanal Cabacinha  são os municípios: Pedra Azul, Medina, Cachoeira do Pajeú, Comercinho e Itaobim.

Os estudos de caracterização da região de forma a comprovar a sua tradição histórica e cultural na produção dos queijos artesanais competem à Emater-MG e Epamig.

A identificação do Vale do Jequitinhonha como região produtora do Queijo Artesanal Cabacinha foi desenvolvido por equipes técnicas da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), IMA, Emater-MG e Epamig. 

Fonte: ALMG
 

Um comentário:

Palhaço Pincel disse...

Este registro deixa-nos muito feliz, visto que é verdade o teor da matéria e já estava na hora de alguém fazer esse tipo de registro. Todos os produtos que no vale são produzidos, tem grande aceitação por grande parte da região sul do Brasil, especialmente São Paulo. Então nada mais justo que todos saibam da maravilha que este vale produz para o brasil, enriquecendo a nossa cultura popular que infelizmente poucos sabem da existência dela. Parabéns ao IMA por esta iniciativa. Romário de Medina, residente em Barueri - SP.

Postar um comentário