sábado, 26 de maio de 2012

Agência Reguladora define reajuste para tarifas da Copanor em 4,41%


Serviços da COPANOR são de baixa qualidade

 Foto: divulgação

A Copanor é uma empresa pública subsidiária da Copasa, criada pelo Governo de Minas para atender as regiões Norte e Nordeste do Estado com os serviços de abastecimen

O resultado foi um índice de reajuste tarifário médio de 4,41%, relativo a um período de 13 meses desde o último reajuste ocorrido em maio de 2011.
Para efeito de comparação, os índices oficiais de inflação registrados no mesmo período foram: INCC 8,45%, IPCA 5,58%, INPC 5,46%, IGP-M 4,48% e IGP-DI 4,43%.

Além de determinar o índice de reajuste médio, a Arsae-MG promoveu uma série de alterações na estrutura tarifária, de forma a adequar a cobrança à realidade operacional da Copanor e à legislação.

As tarifas passam a ter estrutura semelhante às da Copasa, mas em nível inferior, permitindo assim a comparação direta de tarifas, como determina a lei de criação da Copanor.

A adequação da estrutura tarifária provocará impactos diferenciados nas contas dependendo da categoria do usuário e perfil de consumo.
Como no ano passado, os usuários de baixo consumo terão redução de faturas que poderão chegar a 21,4%.
A Resolução será publicada nesta sexta-feira (25), no jornal “Minas Gerais”, Diário Oficial dos Poderes do Estado. A Nota Técnica já está disponível no site www.arsae.mg.gov.br.

Sobre a Copanor

A Copanor é uma empresa pública subsidiária da Copasa, criada pelo Governo de Minas para atender as regiões Norte e Nordeste do Estado com os serviços de abastecimento de água tratada, coleta e tratamento de esgotos sanitários e construção de módulos sanitários e de serviços domésticos em todas as casas desprovidas dessas instalações.

Até o momento a empresa está presente em 163 localidades, para serviços de água, e 18 localidades, com serviços de esgoto, e atende a 215.000 habitantes, com uma tarifa mais baixa que a da Copasa e mais compatível com o nível de renda da região. 
Fonte: Agência Minas
Região de atuação da Copanor: Vales do Jequitinhonha, Mucuri e São 
Mateus e parte do norte de  Minas.   Clique na imagem para ampliar.


COPANOR presta péssimos serviços de 

abastecimento de água 

A Copanor vem sendo alvo de protestos da população do Vale do Jequitinhonha, Mucuri e norte de Minas. Criada como a "Copasa para os pobres" a empresa possui empregados pouco capacitados e ganhando péssimos salários.Todos os funcionários da Copasa que deveriam ainda estar nos municípios para manter um nível de qualidade dos serviços da abastecimento de água foram transferidos.
O que se vê em todas as cidades, povoados e pequenas comunidades rurais em que a Copanor atua é uma reclamação geral. A cor e o gosto da água é outro. Os novos funcionários ainda não tem know-how para assumir determinadas funções como as de tratamento químico da água para torná-la potável. Os trabalhadores reclamam de falta de condições de trabalho e pouca orientação técnica.
A consequência é a ameaça à qualidade de vida de mais de 200 mil pessoas atendidas pela empresa, nas regiões mais pobres de Minas Gerais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário